sicnot

Perfil

Mundo

Erdogan promete eliminar "os vírus" no Estado

O Presidente turco, Recep Erdogan, prometeu hoje eliminar "os vírus" facciosos no Estado, ao dirigir-se a uma multidão de simpatizantes depois da tentativa fracassada de golpe de Estado de sexta-feira.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

"Vamos continuar a eliminar os vírus de todas as instituições do Estado. É um vírus, como um cancro, que se propaga a todo o Estado", afirmou Erdogan numa cerimónia na mesquita de Fatih, em Istambul, em memória das vítimas dos militares rebeldes.

De microfone na mão, o Presidente turco apelou também aos seus partidários para continuarem nas ruas a manifestar o apoio ao regime.

Lusa

  • Erdogan acusa mentores do golpe de serem seguidores de Fethullah Gülen
    1:57

    Mundo

    O golpe de Estado falhado na Turquia foi organizado por um grupo autodenominado "Movimento para a Paz na Nação". Defende mais respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades. É inspirado pelo clérigo Fethullah Gülen exilado nos Estados Unidos e acusado de traição. As organizações próximas a Gülen já negaram qualquer ligação ao golpe, mas o Presidente Erdogan atribui-lhes a culpa.

  • Quem é o Presidente da Turquia
    2:13

    Mundo

    Apoiado pelos conservadores e pelos meios religiosos, o Presidente turco tem visto a popularidade cair nos últimos anos e já há quem lhe chame ditador e o acuse de tentar impor o islamismo no país. Recep Tayyip Erdogan tem 62 anos e ocupa o cargo desde 2014. Licenciou-se em Gestão e esteve preso quatro meses, depois de ter lido um poema num protesto. Estreou-se na política como presidente da Câmara de Istambul e foi primeiro-ministro do país entre 2002 e 2013.

  • O golpe de Estado falhado na Turquia
    3:48

    Mundo

    O último balanço do golpe de Estado falhado na Turquia é de 194 mortos (civis e militares), mais de 1.150 feridos e 2.800 detidos. O Presidente Erdogan que já regressou a Ancara diz que a situação está controlada, mas apelou à população para se manter nas ruas. A capital e Istambul, a maior cidade do país, foram os principais palcos da revolta militar. As tropas revoltosas falavam em restaurar a Democracia e a Constituição.

  • Debate quinzenal no Parlamento: veja em direto e comente

    País

    As políticas de descentralização foram o tema escolhido pelo Governo para o debate quinzenal, mas a situação na Caixa Geral de Depósitos também deve marcar os trabalhos na Assembleia da República. Acompanhe aqui a discussão e participe no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Prioridades para a CGD: cortar custos e aumentar receitas
    2:16

    Caso CGD

    O principal objetivo do plano estratégico para a Caixa Geral de Depósitos, a que a SIC teve acesso, é cortar custos e aumentar receitas. A grande aposta da nova administração passa por apertar as regras para emprestar dinheiro e, por outro lado, recuperar o crédito que não está a ser pago.

  • Turismo da Madeira investe mais de 3 milhões de euros no programa de festas
    2:22

    País

    A Madeira já vive a época de Natal. O turismo da região investiu mais de 3 milhões de euros no programa de festas de Natal e Fim de Ano para atrair os turistas. Os residentes e também turistas aproveitam para desfrutar do ambiente mágico proporcionado pelas tradicionais iluminações à mistura com as decorações e gastronomia típicas da quadra.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.