sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 290 mortos na tentativa de golpe de Estado na Turquia

Pelo menos 290 pessoas morreram na sequência do golpe de Estado falhado, na passada sexta-feira, na Turquia, anunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros turco.

© Murad Sezer / Reuters

"Mais de 100 conspiradores golpistas morreram. As operações continuam. Infelizmente, mais de 190 dos nossos cidadãos encontraram a morte", lê-se na nota, enviada aos jornalistas estrangeiros acreditados na Turquia.

O comunicado refere ainda que há mais de 1.400 feridos e que mais de 6.000 pessoas foram detidas "até agora, em operações contra o grupo terrorista", em referência aos autores do golpe.

"A tentativa de golpe foi realizada, obviamente, pela Organização Terrorista Fethullah Gülen" (FETO), assegura a nota, utilizando a designação com que o Ministério Público se refere, desde o ano passado, à rede de seguidores do imã islamita Fethullah Gülen, exilado nos Estados Unidos.

Gülen, antigo aliado do Governo turco, transformado entretanto em adversário, negou qualquer implicação nos acontecimentos. Não se conhecem discursos nem atos violentos aos seguidores de Gülen.

"O golpe falhado é o mais recente ato criminoso que revela o perigo que representa a FETO", considera o comunicado dos Negócios Estrangeiros, que destaca o papel dos cidadãos, mas também o "papel chave" dos meios de comunicação para o fracasso do golpe.

Lusa

  • Erdogan acusa mentores do golpe de serem seguidores de Fethullah Gülen
    1:57

    Mundo

    O golpe de Estado falhado na Turquia foi organizado por um grupo autodenominado "Movimento para a Paz na Nação". Defende mais respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades. É inspirado pelo clérigo Fethullah Gülen exilado nos Estados Unidos e acusado de traição. As organizações próximas a Gülen já negaram qualquer ligação ao golpe, mas o Presidente Erdogan atribui-lhes a culpa.

  • A cronologia de um golpe de Estado falhado
    3:14

    Mundo

    A tentativa de golpe de Estado na Turquia começou por volta das oito e meia da noite, hora de lisboa. As forças fiéis ao Presidente turco conseguiram controlar os revoltosos ao fim de duas horas, e depois de violentos confrontos. Num gesto invulgar, a população veio para as ruas para tentar conter o golpe de Estado.

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e, a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.