sicnot

Perfil

Mundo

Clinton promete reformas para negros deixarem de temer a polícia

A possível candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, prometeu hoje reformas para que os negros deixem de temer a polícia, mas acrescentou que será implacável com qualquer violência contra os agentes da autoridade.

© William Philpott / Reuters

"Esta loucura tem de acabar", afirmou Hillary Clinton sobre a morte de três polícias às mãos de um ex-militar, em Baton Rouge, no Louisiana, dez dias depois de outros cinco agentes terem perdido a vida num ataque em Dallas, no Texas.

Clinton falou na convenção anual da principal associação negra do país, a Associação Nacional para o Avanço das Pessoas de Cor (NAACP), e dedicou as suas primeiras palavras a condenar o sucedido em Baton Rouge e a sublinhar que o país tem "um trabalho difícil, doloroso e essencial pela frente de modo a reparar as diferenças entre a polícia e as comunidades".

"Matar agentes da polícia é um crime terrível. Se os atacam, atacam-nos a todos nós. Como presidente, utilizarei todo o peso da lei para me assegurar de que quem os mata responde perante a Justiça. Não pode haver justificações" para esses atos, afirmou Clinton na convenção.

Ainda que tenha assegurado que "a sua prioridade como presidente" é garantir a segurança dos polícias, admitiu que muitos negros estão frustrados devido aos casos de assassinatos dentro das comunidades afro-americanas, por parte de agentes da lei.

"Muitos negros temem a polícia", reconheceu a ex-secretária de Estado, que acrescentou que é necessário "reformar o sistema de justiça criminal, porque todos estamos mais seguros quando existe respeito pela lei e quando todas as pessoas são respeitadas pela lei".

Hillary Clinton criticou também aquele que deverá ser o seu rival nas eleições de novembro como candidato pelo partido republicano, Donald Trump, por não aceitar o convite para falar na convenção da NAACP.

A candidata considerou Donald Trump uma ameaça à democracia e apontou a falta de plataformas políticas do candidato republicano e o facto de uma das suas empresas se ter negado a arrendar a cidadãos afro-americanos nos anos 1970.

"Donald Trump faz-se de tímido quando se encontra com supremacistas brancos. Donald Trump insulta os imigrantes mexicanos... Donald Trump rebaixa as mulheres. Donald Trump quer banir uma religião de entrar no país" apontou Hillary Clinton, considerando que o seu adversário "não se pode tornar presidente".

Com Lusa

  • Família Aveiro na inauguração do Aeroporto Cristiano Ronaldo
    2:34

    País

    A decisão de dar o nome de Cristiano Ronaldo ao aeroporto da Madeira divide opiniões. Contudo, na cerimónia de inauguração desta quarta-feira só se ouviram aplausos. Os madeirenses juntaram-se à porta do aeroporto para ver e receber o melhor jogador do mundo. Também a família do jogador esteve na Madeira para apoiar Ronaldo.

  • A (polémica) mudança de nome do aeroporto da Madeira
    2:00

    País

    O aeroporto da Madeira é desde esta quarta-feira aeroporto Cristiano Ronaldo. O Presidente da República e o primeiro-ministro estiveram juntos na homenagem ao futebolista. A alteração não é consensual entre os madeirenses.

  • O busto de Ronaldo que virou piada no mundo inteiro
    2:04

    País

    No dia em que foi formalizado o novo nome do aeroporto da Madeira, foi também conhecido o busto em bronze de Cristiano Ronaldo e que, desde logo, começou a provocar reações em todo o mundo. As críticas da imprensa internacional não são propriamente positivas e a internet aproveitou para dar contornos humorísticos à criação.

  • A história de um dos maiores fãs de Cristiano Ronaldo
    5:52

    Desporto

    Um dos maiores fãs de Cristiano Ronaldo não perdeu a oportunidade de se deslocar à Madeira, para conhecer o ídolo e o local onde Cristiano nasceu e cresceu. Lucas Mendes é brasileiro, tem apenas 23 anos e criou a página de fãs de Ronaldo mais seguida no Brasil.

  • Os seus descontos para a Segurança Social estão em ordem?
    7:50
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Os portugueses estão cada vez mais preocupados com a reforma. O valor que se vai receber depende dos descontos que se fizerem para a Segurança Social. Mas há contabilistas que cometem burlas com o dinheiro dos clientes, há esquecimentos, e empresas que deixam de pagar as contribuições por falta de verbas. O Contas Poupança explica-lhe como pode ver neste instante se todos os seus descontos estão nos cofres da Segurança Social, e corrigir algum erro antes que seja tarde demais.

  • "Não há razão para fingirmos que hoje é um dia feliz"
    1:55

    Brexit

    Depois de receber esta quarta-feira a notificação do Brexit, o presidente do Conselho Europeu antecipou negociações difíceis. Donald Tusk diz que agora é preciso minimizar os prejuízos para os cidadãos europeus e para as empresas.

  • "Não há recuo possível"
    2:30

    Brexit

    O processo de saída do Reino Unido da União Europeia começou esta quarta-feira, com a ativação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa. A notificação de Theresa May foi feita por carta a Donald Tusk e a primeira-ministra disse que não recuo possível. O processo de negociações levará dois anos e a saída do Reino Unido da União Europeia ficará concluída em 2019.