sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 7500 pessoas detidas depois da tentativa de golpe de Estado na Turquia

Mais de 7 mil e 500 pessoas foram detidas, na Turquia, depois da tentativa de golpe de Estado, da passada sexta-feira. O número foi avançado esta manhã pelo primeiro-ministro turco, no final de uma reunião do Conselho de Ministros, em Ancara.

© Murad Sezer / Reuters

O governante revelou que, entre os detidos, há mais de 6 mil militares, cerca de 750 magistrados e uma centena de elementos da polícia. Foram também emitidos cerca de 3 mil mandados de captura contra juizes, magistrados e procuradores.

A agência noticiosa pró-governamental Anadolu avança ainda que quase 9 mil funcionários do Ministério do Interior foram despedidos, a maioria elementos das forças policiais. O Presidente turco decidiu também afastar um governador provincial e 29 municipais.

Os despedimentos surgem no quadro de uma vasta purga do aparelho do Estado desencadeada por Erdogan. Atinge pessoas suspeitas de terem ligações a Fethullah Gulen, um clérigo turco exilado nos Estados Unidos.

Acusado por Erdogan de ter promovido a tentativa de golpe de Estado, Gulen já negou qualquer envolvimento e insinuou que pode ter sido o próprio Presidente turco a organizar o golpe.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.