sicnot

Perfil

Mundo

Roche anuncia fracasso de medicamento anti-cancerígeno Gazyvaro

O grupo farmacêutico suíço Roche anunciou hoje que o seu medicamento Gazyvaro, já homologado para o tratamento de vários cancros hematológicos, não atingiu o objetivo num estudo de fase III para uma forma agressiva de cancro do sangue.

© Dado Ruvic / Reuters

Neste estudo, intitulado Goya, o medicamento não satisfez o critério de avaliação primária, a saber, uma redução significativa do risco de agravamento da doença ou de morte das pessoas com o linfoma difuso de grandes células B (DLBCL) não previamente tratadas.

Este estudo de fase III, que corresponde à fase mais avançada dos ensaios clínicos, foi realizado em 1.418 pacientes, de acordo com um comunicado do gigante farmacêutico.

O estudo teve como objetivo avaliar o medicamento em associação com uma quimioterapia por comparação com outro medicamento da Roche, o MabThera/Rituxan, um dos anticancerígenos mais utilizados, também em associação com quimioterapias.

O Gazyvaro - um anticorpo monoclonal concebido para se ligar a uma proteína expressa em algumas células B -- está já homologado em 70 países -- entre os quais Portugal - para o tratamento da leucemia linfocítica crónica.

O medicamento recebeu a autorização das autoridades sanitárias norte-americanas em fevereiro último para o tratamento do linfoma folicular, e em seguida da Comissão Europeia em junho para terapias ligadas à mesma doença.

"Vamos continuar a analisar os dados deste estudo Goya para compreender melhor os resultados e estudar outros tratamentos experimentais para esta doença", anunciou Sandra Horning, médica-chefe e diretora do Desenvolvimento Mundial de Produtos, citada pela agência France Press.

As ações da Roche na Bolsa suíça caíam 1,49% para os 251,80 francos às 8:52 TMG, numa altura em que o índice SMI, da bolsa helvética, subia 0,18%.

O Gazyvaro é um dos medicamentos com que a Roche conta para assumir o relevo do MabThera/Rituxan e fazer face à concorrência dos medicamentos ditos biosimilares.

"Esta é uma má notícia para a empresa", comentou Bruno Bulic, analista de mercados na Baader Helvea, numa nota da casa de investimento citada pela AFP.

De acordo com as estimativas do mesmo analista, os tratamentos para os linfomas do tipo não-Hodkin ligados ao Rituxan representam cerca de 30% das vendas da Roche em hematolologia, ou seja, o equivalente a 2 mil milhões de francos suíços (1,8 mil milhões de euros).

O linfoma difuso de grandes células B é o tipo de linfoma não-Hodkin mais frequente, representando um caso em cada três. Todos os anos, esta doença é diagnosticada em cerca de 123 mil pessoas em todo o mundo.

Lusa

  • Os confrontos de Rui Rio
    3:38

    País

    Esta não é a primeira vez que Rui Rio enfrenta adversidades. O mesmo aconteceu durante a presidência da Câmara do Porto, quando assumiu uma rutura total com o Futebol Clube do Porto. Na primeira conferência de imprensa como presidente do PSD, avisou os adversários internos de que o clima de confronto é um ambiente do qual gosta.

  • Governo aceita diálogo com PSD após eleição de Rio
    1:52

    País

    Com a eleição de Rui Rio, o Governo aceitou entender-se com o PSD, provocando algumas críticas por parte do PCP e o Bloco de Esquerda. O líder parlamentar socialista diz que admitir o diálogo é Democracia, mas garante que o que sempre dividiu o PS do PSD mantém-se.

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Vírus do Zika pode proteger contra a dengue

    Mundo

    Uma equipa de investigadores brasileiros acredita que a infeção do vírus Zika pode tornar a pessoa imune contra a dengue. Anteriormente, uma investigação chinesa já tinha conseguido provar o inverso: quem apanha dengue pode estar mais protegido contra o vírus do Zika.

    SIC

  • Pesca explora mais de metade de todos os oceanos

    Economia

    A pesca industrial explora mais de metade de todos os oceanos, uma área quatro vezes maior que a utilizada pela agricultura, havendo mais atividade no norte do Atlântico e do Pacífico, conclui um estudo divulgado esta quinta-feira.