sicnot

Perfil

Mundo

Amnistia diz que Direitos Humanos estão em perigo após tentativa de golpe na Turquia

Os Direitos Humanos estão em grave perigo na Turquia após a tentativa de golpe de Estado na madrugada de sábado passado, que resultou, em pelo menos, 208 mortos e quase 8 mil detidos, alertou hoje a Amnistia Internacional.

STR

Vários responsáveis do Governo turco sugeriram a reintrodução da pena de morte no sistema jurídico do país, como forma de punição daqueles que forem considerados culpados na tentativa de Golpe, sublinha a organização não-governamental de defesa dos Direitos Humanos num comunicado enviado às redações.

A Amnistia Internacional (AI) está a investigar denúncias de uma série de abusos que alegadamente estão a ser cometidos contra os milhares de detidos, incluindo a recusa de acesso a advogados.

"O enorme número de detenções e suspensões desde sexta-feira é alarmante e estamos a acompanhar a situação de muito perto. A tentativa de golpe desencadeou níveis de violência terríveis e os responsáveis por mortes ilegais e outros abusos dos Direitos Humanos terão que ser levados perante a justiça. Esmagar a dissidência e ameaçar reintroduzir a pena de morte não são justiça", afirma no comunicado John Dalhuisen, diretor da AI para a Europa e a Ásia Central.

"Apelamos à contenção e ao respeito das autoridades turcas pela lei e justiça enquanto levam a cabo as investigações necessárias, garantindo julgamentos justos para os detidos e a libertação de todos aqueles em relação aos quais não tiverem provas concretas de terem participado em atos criminais", acrescentou o ativista.

"Um recuo nos direitos humanos é a última coisa de que a Turquia precisa", rematou John Dalhuisen.

Apesar dos números não serem claros, as autoridades turcas anunciaram que 208 pessoas foram mortas e que mais de 1.400 foram feridas entre Istambul e Ancara na madrugada de sábado passado, quando uma fração dos militares tentaram tomar o poder, invadindo estações de televisão e disparando sobre o Parlamento e edifícios da presidência turca, recorda a AI.

Nos dias a seguir à tentativa de golpe, o Governo turco levou a cabo "purgas generalizadas" nas forças armadas, sistema judiciário e ramificações civis do Ministério do Interior, resultando na "detenção de 7.543 conspiradores do golpe, 318 dos quais foram colocados sob prisão preventiva", contabiliza a AI.

Foram suspensos 7 mil polícias e 2700 juízes e procuradores foram afastados dos seus postos, representando cerca de um quinto da totalidade dos magistrados do sistema judiciário turco. 450 membros do setor judiciário foram detidos, acrescenta o comunicado da AI.

"As detenções e suspensões generalizadas são profundamente preocupantes num contexto de crescimento da intolerância contra dissidentes pacíficos por parte do Governo turco, e há o perigo desta repressão seja estendida aos jornalistas e ativistas da sociedade civil", afirma John Dalhuisen.

"Nos últimos meses, ativistas políticos, jornalistas e outros críticos de autoridades ou políticas públicas têm sido frequentemente visados e meios de comunicação encerrados", acusa Dalhuisen.

"É hoje mais importante do que nunca que o Governo turco respeite os Direitos Humanos e o Estado de direito numa forma que os conspiradores do golpe não fizeram", conclui John Dalhuisen.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.