sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte diz que mísseis balísticos visavam simular ataque nuclear

A Coreia do Norte referiu hoje que os testes de mísseis balísticos foram ordenados e monitorizados pessoalmente pelo líder Kim Jong-Un e visaram simular um ataque nuclear às bases norte-americanas na Coreia do Sul.

Reuters

Os três mísseis lançados terça-feira simularam um ataque preventivo a portos sul-coreanos e aeródromos onde está estacionado equipamento norte-americano, referiu a agência de notícias da Coreia do Norte, KCNA.

Os testes "analisaram as características operacionais dos dispositivos de detonação de ogivas nucleares armadas nos mísseis balísticos sobre a área alvo", acrescenta.

Os mísseis, lançados na cidade de Hwangiu, voaram entre 500 e 600 quilómetros em direção ao mar do Japão, referiram, em comunicado, os líderes dos ramos das Forças Armadas sul-coreanas.

As Forças Armadas da Coreia do Sul salientaram que os mísseis lançados foram os suficientes para "atingir toda a Coreia do Sul".

As tensões têm aumentado desde que Pyongyang realizou o seu quarto teste nuclear, em janeiro, seguido de uma série de lançamentos de mísseis.

A semana passada, a Coreia do Norte ameaçou tomar uma "ação física" não especificada, depois de Washington anunciar a colocação de um sistema de defesa antimíssil na Coreia do Sul para combater a crescente ameaça de Pyongyang.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.