sicnot

Perfil

Mundo

Aviões tentam intercetar barcos da guarda costeira turca perto de águas gregas

​Aviões militares turcos descolaram hoje para intercetar dois barcos da guarda costeira turca que estariam a tentar entrar em águas territoriais gregas, informou a agência de notícias Dogan, cinco dias depois do golpe de Estado falhado na Turquia.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Os aviões "realizaram uma operação contra dois barcos da guarda costeira turca que estariam a tentar atravessar em águas territoriais gregas", disse a agência de notícias Dogan.

Ainda não está claro se as embarcações estão a transportar suspeitos ligados à tentativa de golpe, pois essas informações ainda não foram confirmadas pelo Governo turco.

"Um navio da Marinha grega foi enviado perto da ilha de Symi (Egeu), mas nada permite confirmar a chegada das tropas turcas para esta ilha", disse uma fonte do governo grego.

A ilha grega de Symi fica perto da estância turca de Marmaris, onde estava o Presidente Recep Tayyip Erdogan na sexta-feira noite, no início da tentativa de golpe, escapando, disse o chefe de Estado, por pouco de um ataque do comando golpista.

O Governo turco reprimiu duramente os militares envolvidos na tentativa de golpe, além de realizar uma purga entre juízes, professores universitários e funcionários públicos.

Oito oficiais turcos fugiram para a Grécia, na sequência do golpe fracassado de sexta-feira que tentou derrubar o Presidente Recep Tayyip Erdogan.

Os oito - dois comandantes, quatro capitães e dois sargentos que pediram asilo na Grécia - negaram qualquer envolvimento e insistem que fugiram da Turquia para salvar suas vidas depois de estarem sob o fogo da polícia.

Os militares, que chegaram na Grécia de helicóptero no sábado depois de enviar um sinal de socorro para as autoridades no aeroporto no norte da cidade de Alexandropolis, estão a enfrentar um julgamento por entrada ilegal no país e a Turquia quer a extradição desses militares.

O golpe falhado de sexta-feira deixou cerca de três dezenas de mortos e milhares de detidos.

Lusa

  • "O PSD é o centro das atenções da campanha e fico contente com isso"
    1:03
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33
  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00