sicnot

Perfil

Mundo

Bélgica disposta a assumir presidência rotativa da UE após renúncia britânica

Reuters

A Bélgica disponibilizou-se hoje para assumir a presidência rotativa da União Europeia (UE) no segundo semestre de 2017, depois de o Reino Unido ter renunciado à mesma, na sequência do referendo que ditou a saída do bloco europeu.

A Bélgica está oficialmente disponível para se encarregar da presidência rotativa da UE, mas fonte do Conselho Europeu adiantou à Lusa que a decisão ainda não estará tomada a nível dos embaixadores dos Estados-membros junto da UE (Coreper), hoje reunidos para debater a questão.

Segundo fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros belga, citada pela AFP, Bruxelas já deu conta da sua disponibilidade para assegurar a presidência rotativa de 01 de julho a 31 de dezembro de 2017.

Na terça-feira à noite, a primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou por telefone ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que renunciava à presidência rotativa da UE.

Na conversa, Tusk considerou que ser preciso um 'Brexit' calmo e tranquilo, apelando a um "divórcio de veludo" entre o Reino Unido e a UE.

No dia 23 de junho, os britânicos escolheram sair do bloco europeu (o 'Brexit'), em referendo, faltando agora invocar o artigo 50.º do Tratado de Lisboa de modo a iniciar o processo que se estima ir demorar cerca de dois anos.

A Bélgica assumiu a presidência rotativa da União Europeia no segundo semestre de 2010.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.