sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas americanos desenvolvem nova técnica para o diagnóstico de Alzheimer

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidas desenvolveu uma técnica de imagiologia no cérebro que será aplicada a doenças como o Alzheimer, segundo a edição de hoje da Science Translational Medicine.

Os resultados da investigação, realizada na Universidade de Yale, em Connecticut, concluíram que através desta técnica será possível diagnosticar distúrbios e doenças cerebrais comuns, não só no caso de Alzheimer como noutras doenças neuro-degenerativas e epilepsia.

A novidade desta técnica é a análise aprofundada das sinapses, isto é, a transmissão dos impulsos nervosos que até então só poderiam ser analisados numa autópsia.

"Esta é a primeira vez que temos medidas de densidade sináptica em seres vivos. Até então as medidas da densidade de sinapses eram 'postmortem'", explicou o professor de radiologia e biomedicina que Richard Carson que liderou a investigação.

Através deste método é possível conhecer o número de sinapses e a sua densidade em cérebro vivos, sendo possível obter muita informação sobre os transtornos cerebrais.

Esta técnica é uma combinação entre a bioquímica e o exame de imagem conhecido como tomografia por emissão de pósitrons (PET), o mais utilizado nos dias de hoje para a doença de Alzheimer.

Desta forma, foi desenvolvido um composto químico que injetado no paciente atua como um marcador radioativo desenhando uma trajetória das reações que ocorrem no cérebro.

Através do exame de diagnóstico PET, os cientistas coletam a "trajetória" que depois decifram através de cálculos matemáticos.

A técnica já foi testada em primatas e em seres humanos, e em ambos os casos foi provada a sua efetividade.

As aplicações potenciais desta investigação são muitas, principalmente para o Alzheimer, uma doença neuro-degenerativa progressiva que se caracteriza pela perda de memória, da fala, controlo emocional e a capacidade de raciocinar e tomar decisões lógicas.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.