sicnot

Perfil

Mundo

Mãe alemã condenada a 14 anos pelo homicídio de quatro bebés

Uma alemã foi condenada a 14 anos de prisão pelo homicídio involuntário de quatro filhos recém-nascidos. Em 2015, foram encontrados oito corpos de bebés no apartamento da mulher de 45 anos, em Wallenfels. Contudo, o Ministério Público acusou-a da morte de apenas quatro crianças.

O Tribunal de Coburgo na Alemanha condenou a mulher a 14 anos de prisão, depois de a considerar culpada da morte de pelo menos quatro bebés.

O pai de 55 anos foi julgado como cúmplice da mulher, mas o tribunal considerou que não haviam provas suficientes que o culpassem da morte dos bebés e absolveu-o.

O caso tornou-se bastante conhecido na cidade alemã de Wallenfels. Após o veredicto final, muitas pessoas escusaram-se de comentar o caso. Outras continuam à procura de uma explicação para os "atos terríveis".

O presidente da Câmara Jens Korn criticou o julgamento, pois admitiu que a condenação não atendeu às expectativas de muitos cidadãos. Korn adiantou ainda que será feito um enterro "digno" dos oito bebés encontrados mortos.

Um morador local encontrou os restos mortais de uma criança em novembro de 2015. Mais tarde, após o cidadão alertar as autoridades locais, foram encontrados os oito corpos, embrulhados em sacos de plástico e cobertores. A mãe foi logo detida e o pai acusado de cumplicidade no homicídio.

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31

    Grande Reportagem SIC

    Carlos Queiroz, ex-selecionador de Portugal, dá-nos uma entrevista forte e transparente. Entrevistámo-lo no Dubai, um lugar que a investigação da SIC coloca no centro do mapa do escândalo do GES/BES. Aqui antecipamos a Grande Reportagem da próxima semana.

    Exclusivo online