sicnot

Perfil

Mundo

Mãe alemã condenada a 14 anos pelo homicídio de quatro bebés

Uma alemã foi condenada a 14 anos de prisão pelo homicídio involuntário de quatro filhos recém-nascidos. Em 2015, foram encontrados oito corpos de bebés no apartamento da mulher de 45 anos, em Wallenfels. Contudo, o Ministério Público acusou-a da morte de apenas quatro crianças.

O Tribunal de Coburgo na Alemanha condenou a mulher a 14 anos de prisão, depois de a considerar culpada da morte de pelo menos quatro bebés.

O pai de 55 anos foi julgado como cúmplice da mulher, mas o tribunal considerou que não haviam provas suficientes que o culpassem da morte dos bebés e absolveu-o.

O caso tornou-se bastante conhecido na cidade alemã de Wallenfels. Após o veredicto final, muitas pessoas escusaram-se de comentar o caso. Outras continuam à procura de uma explicação para os "atos terríveis".

O presidente da Câmara Jens Korn criticou o julgamento, pois admitiu que a condenação não atendeu às expectativas de muitos cidadãos. Korn adiantou ainda que será feito um enterro "digno" dos oito bebés encontrados mortos.

Um morador local encontrou os restos mortais de uma criança em novembro de 2015. Mais tarde, após o cidadão alertar as autoridades locais, foram encontrados os oito corpos, embrulhados em sacos de plástico e cobertores. A mãe foi logo detida e o pai acusado de cumplicidade no homicídio.

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. Esta madrugada em Cambrils, cinco suspeitos foram abatidos e outra pessoa acabou por morrer, num segundo ataque. Há quatro detenções confirmadas. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Autoridades acreditam que suspeito do ataque nas Ramblas pertence a célula terrorista
    1:36
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42