sicnot

Perfil

Mundo

NASA descobre dois planetas que podem acolher vida

Ilustração de vários exoplanetas descobertos pela missão Kepler.

NASA/Reuters

Uma equipa internacional de cientistas da NASA anunciou hoje um enorme buraco de mais de cem novos exoplanetas. Entre eles, um sistema solar de quatro planetas a 181 anos luz. Dois deles, acreditam os cientistas, têm boas hipóteses de conter vida.

A descoberta é publicada no “Astrophysical Journal Supplement“.

O K2-72 é uma estrela anã vermelha orbitada por quatro planetas, na direção da constelação de Aquário.

Todos estes planetas são entre 20% e 50% maiores que a Terra. A estrela tem menos de metade do tamanho do Sol e um brilho menos intenso. As órbitas planetárias variam entre 5 e 24 dias.

Dois dos planetas, dizem os cientistas, deverão ter níveis de irradiação comparáveis com os do nosso planeta. Apesar da pequena órbita (a da Terra é de 365 dias), a possibilidade da existência de vida não pode ser descartada, segundo Ian Crossfield, pesquisador da Universidade do Arizona e líder da pesquisa.

O Kepler descobre novos planetas medindo as quedas subtis no brilho das estrelas causadas pela passagem de um planeta. Após algumas reparações, a sonda mantém-se em operação, na missão chamada como K2, que conta com apoio de observatórios em terra.

  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32