sicnot

Perfil

Mundo

NASA descobre dois planetas que podem acolher vida

Ilustração de vários exoplanetas descobertos pela missão Kepler.

NASA/Reuters

Uma equipa internacional de cientistas da NASA anunciou hoje um enorme buraco de mais de cem novos exoplanetas. Entre eles, um sistema solar de quatro planetas a 181 anos luz. Dois deles, acreditam os cientistas, têm boas hipóteses de conter vida.

A descoberta é publicada no “Astrophysical Journal Supplement“.

O K2-72 é uma estrela anã vermelha orbitada por quatro planetas, na direção da constelação de Aquário.

Todos estes planetas são entre 20% e 50% maiores que a Terra. A estrela tem menos de metade do tamanho do Sol e um brilho menos intenso. As órbitas planetárias variam entre 5 e 24 dias.

Dois dos planetas, dizem os cientistas, deverão ter níveis de irradiação comparáveis com os do nosso planeta. Apesar da pequena órbita (a da Terra é de 365 dias), a possibilidade da existência de vida não pode ser descartada, segundo Ian Crossfield, pesquisador da Universidade do Arizona e líder da pesquisa.

O Kepler descobre novos planetas medindo as quedas subtis no brilho das estrelas causadas pela passagem de um planeta. Após algumas reparações, a sonda mantém-se em operação, na missão chamada como K2, que conta com apoio de observatórios em terra.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.