sicnot

Perfil

Mundo

Cuba quer captar mais turistas portugueses com voos diretos

Cuba quer desenvolver parcerias estratégicas com Portugal no setor do turismo e captar mais turistas portugueses, afirmou hoje um diplomata cubano, sublinhando a "expetativa" de ter voos diretos entre os dois países "o mais rápido possível".

Rebecca Blackwell

"No ano passado viajaram para Cuba 19 mil portugueses, dá para um voo semanal cheio", destacou Melne Martínez Hernández, primeiro secretário da embaixada cubana, à margem do evento "La Havanita", que pretende recriar o ambiente de Havana em Lisboa.

"Parece que vai acontecer no próximo ano, a nossa expetativa é que fosse o mais rápido possível" porque permitiria baixar os preços e poupar tempo, já que atualmente, quem viaja para Cuba passa normalmente por Madrid.

O diplomata salientou que a prioridade atual para Cuba é o investimento estrangeiro e que há "muito interesse nas exportações portuguesas", bem como no comércio com vários parceiros.

"Queremos diversificar o comércio com europeus, asiáticos, América latina e quando for o momento com os Estados Unidos", acentuou.

Quanto a Portugal, o objetivo é desenvolver parceiras estratégicas em termos económicos, sobretudo em áreas como o turismo, as energias renováveis, "em que Portugal tem muita experiência", e as indústrias farmacêuticas e agroalimentares.

"Temos 11 milhões de cubanos e cinco milhões de turistas para alimentar", frisou, assinalando que existe um potencial de crescimento de três milhões de turistas norte-americanos nos próximos três ou quatro anos.

Melne Martínez Hernández adiantou ainda que está "a ser preparada uma grande presença" de empresas portuguesas em Cuba, já que este ano Portugal terá um pavilhão exclusivo na Feira Internacional de Havana, que vai decorrer entre finais de outubro e princípios de novembro.

Sinal do interesse de Portugal por Cuba é também a visita do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, àquele país, que o diplomata cubano apontou igualmente como referência para o bom momento que atravessam as relações entre os dois países.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.