sicnot

Perfil

Mundo

Ex-Presidente das Filipinas libertada após cinco anos detida

A ex-Presidente das Filipinas, Gloria Macapagal Arroyo, saiu hoje do hospital prisional em Manila onde passou cinco anos, dois dias depois de o Tribunal Supremo ter considerado o seu julgamento improcedente.

© Romeo Ranoco / Reuters

A política, de 69 anos, saiu esta manhã do Veterans Memorial Medical Center sem prestar declarações a dezenas de jornalistas e público que esperavam à saída.

Presidente das Filipinas entre 2001 e 2010, Arroyo enfrentava uma acusação de desvio de 366 milhões de pesos (sete milhões de euros) dos cofres da tesouraria estatal, pelo que passou cinco anos num hospital prisional.

O Tribunal considerou a acusação improcedente por falta de provas na terça-feira.

A defesa de Gloria Macapagal Arroyo considerou que o processo ficou marcado por "tentativas desonestas de perseguição política".

Por outro lado, vários juristas da acusação mostraram-se surpreendidos pela decisão do Tribunal Supremo, que alguns consideraram como precipitada.

"Podemos apresentar provas firmes em mais de 630 documentos e testemunhos de muitas pessoas", disse na quarta-feira a representante do Ministério Público, Conchita Carpio-Morales, que não descartou a possibilidade de a ex-Presidente voltar a ser presa.

Em 2011, foi detida por presumível fraude nas eleições legislativas de 2007, uma acusação punível com a prisão perpétua.

Pouco tempo antes de ser presa, entrou com problemas de saúde no Veterans Memorial Medical Center.

Apesar de ter sido libertada em julho de 2012, voltou a ser detida três meses depois, com as acusações que agora o Tribunal rejeitou.

A ex-chefe de Estado é acusada também de tráfico de influências em relação a um contrato público no valor de aproximadamente 299 milhões de euros com a empresa de telecomunicações chinesa ZTE, para instalação de uma rede nacional de internet de alta velocidade.

Lusa

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC