sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Fox News demite-se depois de acusações de assédio sexual

O presidente do conselho da administração do canal norte-americano Fox News, Roger Ailes, acusado de assédio sexual por uma ex-apresentadora, demitiu-se das suas funções, que serão assumidas pelo proprietário da 21st Century Fox, Rupert Murdoch.

© Fred Prouser / Reuters

A saída de Ailes, que também é fundador da cadeia televisiva, tem efeito imediato, de acordo com o comunicado da 21st Century Fox.

O comunicado não mencionou diretamente as razões que levaram Roger Ailes, de 76 anos, a sair do canal, apenas duas semanas após a descoberta das acusações de assédio.

Num recurso apresentado no início de julho, a ex-apresentadora Gretchen Carlson acusou-o de tê-la demitido por recusar os seus avanços sexuais, acusações que Ailes nega.

O grupo anunciou publicamente o lançamento de uma investigação interna para estabelecer a verdade.

A página na Internet da revista New York publicou na terça-feira, que a apresentadora da Fox News, Megyn Kelly, disse aos investigadores que teria também sido alvo de assédio sexual de Roger Ailes há dez anos.

Veterano dos 'media', homem influente, Ailes, um republicano com agora 76 anos criou o canal Fox News em 1996 a pedido do patrão da rede Fox e do grupo News Corp, Rupert Murdoch, que o substitui hoje no cargo.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.