sicnot

Perfil

Mundo

É mais provável um ataque jihadista do que da extrema direita

É mais provável um ataque jihadista do que da extrema direita

Para o especialista em assuntos internacionais Luis Tomé, a hipótese de um ataque jihadista é mais provável do que um ataque de extrema direita. Ao telefone com a SIC Notícias, afirmou que em qualquer dos casos não acredita que os alvos não estivessem claramente definidos.

  • Dez mortos em tiroteio na Alemanha

    Ataque em Munique

    A polícia alemã foi chamada a intervir num centro comercial em Munique, no sul da Alemanha, após informações sobre uma troca de tiros. O atirador surge num vídeo amador a gritar que é alemão e a dizer "malditos turcos". As autoridades dizem que não há indícios de um ataque islâmico e confirmam que há 10 mortos e 16 feridos. Uma das vítimas mortais tinha 15 anos. Cem testemunhas foram ouvidas pelas autoridades. Foi declarado estado de emergência em Munique.

  • "A Alemanha tem sido uma base, não tem sido um alvo de ataques terroristas"
    5:01

    Mundo

    Vários tiroteios em Munique fizeram pelo menos seis mortos. Clara Ferreira Alves, jornalista do Expresso/SIC diz que os alemães não estavam à espera de um ataque destes porque "a Alemanha tem sido uma base, não tem sido um alvo de ataques terroristas". A jornalista lembra que "o grande instrumento usado pelos terroristas tem sido a internet".

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC