sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 100 execuções na Arábia Saudita desde o início de 2016

© Reuters TV / Reuters

As autoridades sauditas executaram hoje um cidadão do país por assassínio, a 101ª execução desde o início do ano no reino regido por uma rigorosa interpretação da lei islâmica, anunciou o Ministério do Interior.

Na quinta-feira, tinham sido atingidas as 100 execuções de condenados, com a maioria destes a serem decapitados por espada.

A ONG Amnistia Internacional (AI), que há vários meses vem alertando pelo crescente número de execuções na Arábia Saudita, pediu hoje a Riade para "impor de imediato uma moratória sobre as execuções e abolir a pena de morte em definitivo".

"A Arábia Saudita acelera a sua utilização de uma sanção cruel e inumana sem consideração pela justiça e dos direitos humanos", acrescentou Philip Luther, diretor da AI para o Médio Oriente e África do norte.

Em 02 de janeiro, 47 pessoas foram executadas num único dia por "terrorismo", incluindo o clérigo e opositor xiita Nimr al-Nimr, com a sua morte a originar uma crise com o Irão.

Em 2015 foram executadas na Arábia Saudita 153 pessoas, um número que não era atingido há 20 anos, indica a agência noticiosa France-Presse.

"A este ritmo, os executores do reino vão rapidamente atingir e mesmo ultrapassar" o nível atingido em 2015, lamenta a AI.

As autoridades sauditas evocam a dissuasão para justificar a pena de morte, aplicada em casos de terrorismo, morte, violação, assalto à mão armada e tráfico de droga.

Segundo um estudo da AI, que não incluiu a China -- cujo número de aplicações da pena capital não são divulgadas publicamente --, a Arábia Saudita é o terceiro país com mais execuções após o Irão e o Paquistão.

Lusa

  • Juízes desmarcam greve prevista para início de outubro

    País

    A Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) desmarcou a greve que tinha convocado para 03 e 04 de outubro, disse hoje à Lusa a presidente da estrutura sindical. Segundo Manuela Paupério, a paralisação foi desconvocada após a ASJP ter verificado "grande abertura" dos grupos parlamentares para "discutir integralmente" o estatuto dos magistrados judiciais.

  • Pelo menos 2 mortos em Guadalupe à passagem do furacão Maria

    Mundo

    A passagem na terça-feira do furacão Maria pelo arquipélago francês de Guadalupe, nas Caraíbas, provocou a morte de duas pessoas, indicou o governo. Em declarações à Rádio RCI, Eric Maire, delegado do governo, disse que um homem morreu devido à queda de uma árvore, e que outra pessoa foi encontrada morta junto ao mar.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.