sicnot

Perfil

Mundo

Atentado em Cabul faz pelo menos 61 mortos

© Omar Sobhani / Reuters

O balanço do atentado ocorrido hoje em Cabul numa manifestação da minoria hazara xiita aponta para 61 mortos e 207 feridos, anunciou o Ministério da Saúde do Afeganistão.

"Infelizmente, o número aumentou para 61 mortos e 207 feridos", indicou à agência de notícias francesa AFP o porta-voz do Ministério, Mohammad Ismail Kawoosi.

O anterior balanço do ataque suicida apontava para cerca de 30 mortos.

O atentado bombista, que já foi reivindicado pelo Daesh, ocorreu durante uma manifestação pacífica, em Cabul.

"Dois combatentes do Daesh fizeram rebentar os cintos explosivos que tinham durante uma manifestação xiita no bairro Dehmazang, em Cabul, no Afeganistão", anunciou a agência Amaq.

A manifestação era essencialmente composta por xiitas hazaros, que protestavam contra a localização de uma linha de alta tensão, considerando que ignora a sua comunidade.

Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.