sicnot

Perfil

Mundo

Egito condena tiroteio e apela a luta contra o terrorismo

© Michael Dalder / Reuters

O Ministério dos Negócios Estrangeiros egípcio condenou hoje o tiroteio de sexta-feira num centro comercial de Munique, sul da Alemanha, que provocou dez mortos, incluindo o autor do ataque, e pediu esforços na luta contra o terrorismo.

Em comunicado, o ministério apresentou as condolências do Governo e do povo egípcios aos alemães e manifestou a sua "condenação total a todas as formas de aterrorizar os seus cidadãos e de colocar a sua vida em perigo".

O Governo egípcio apelou ainda a aumentar os esforços para lutar contra "o fenómeno do terrorismo e acabar com ele de raiz".

Um jovem alemão-iraniano de 18 anos provocou o caos na capital da Baviera depois de abrir fogo numa zona comercial da cidade de Munique e matar a tiro nove pessoas.

O cadáver do autor dos disparos foi descoberto a cerca de um quilómetro do local, pelas autoridades, que hoje em conferência de imprensa disseram que os motivos do ataque eram ainda desconhecidos.

Lusa

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.