sicnot

Perfil

Mundo

Governo do Afeganistão proíbe protestos públicos durante 10 dias

© Omar Sobhani / Reuters

O Governo do Afeganistão proibiu a realização de protestos públicos durante dez dias por razões de segurança, depois do ataque suicida contra uma manifestação que provocou pelo menos 80 mortos e 230 feridos, informaram hoje fontes oficiais.

A proibição abrange todo o Afeganistão e incluiu "reuniões públicas e protestos", disse o porta-voz do Ministério do Interior do Afeganistão, citado pela agência Efe.

O porta-voz adiantou que a proibição pretende "assegurar a segurança de todos os cidadãos", nomeadamente durante os funerais das vítimas do ataque, que devem realizar-se nos próximos dias.

Em comunicado, o Ministério do Interior assegurou que foram usados todos os "serviços e capacidades" para garantir a segurança na manifestação de sábado, mas os atacantes aproveitaram um "período mínimo e uma situação delicada" para atacar.

Apesar da proibição, o movimento que organizou a manifestação de sábado em Cabul anunciou que vai organizar novos protestos e pediu o apoio dos afegãos "nesta situação sensível".

O ataque suicida, reivindicado pelo grupo terrorista Daesh, teve como objetivo uma manifestação pacífica da minora étnica hazara, que protestava por um projeto elétrico do Governo.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.