sicnot

Perfil

Mundo

Atentado suicida à entrada de festival na Alemanha faz 12 feridos

Atentado suicida à entrada de festival na Alemanha faz 12 feridos

Pelo menos 12 pessoas ficaram feridas, três das quais em estado grave, depois de um sírio de 27 anos se ter feito explodir, ontem à noite, à porta de um festival de música em Ansbach, perto de Nuremberga, na Alemanha. A única vítima mortal é o bombista suicida, que tinha problemas psiquiátricos. Esta manhã as autoridades estiveram a fazer buscas na residência onde o homem vivia.

A explosão ocorreu na cidade de Ansbach, na Baviera, no domingo à noite, em frente de um restaurante e perto do local onde iria realizar-se um festival de música, onde estavam concentradas cerca de 2.500 pessoas.

Segundo a polícia, a explosão deixou outras 12 pessoas feridas, três delas com gravidade.

Antes de acionar o explosivo, o homem tentou aceder ao recinto do festival, o que não conseguiu fazer por não ter bilhete, segundo as informações divulgadas na conferência de imprensa das autoridades da Baviera.

O alegado autor da explosão era um refugiado sírio que já tinha passado por um hospital psiquiátrico, afirmou hoje o ministro do Interior da Baviera. "Trata-se, infelizmente, de um novo atentado" e "não está excluída" a motivação islamita, afirmou Joachim Herrmann, numa conferência de imprensa.

O ministro revelou que o suspeito, de 27 anos, que morreu na explosão, já havia tentado suicidar-se por duas vezes e era um sírio que viu negado o seu pedido de asilo no ano passado.

O suspeito vivia num albergue de Ansbach e chegou à Alemanha há dois anos. Pediu asilo, mas foi-lhe negado no ano passado e o processo de repatriamento estava suspenso por causa da situação na Síria.

A polícia criou uma linha de telefone para receber informações de possíveis testemunhas e divulgou um endereço eletrónico para onde podem ser enviadas fotografias e vídeos relacionados com a explosão.

Atualizado às 9:00/Com Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.