sicnot

Perfil

Mundo

Erdogan admite falhas na vigilância que permitiram o golpe de Estado

Erdogan admite falhas na vigilância que permitiram o golpe de Estado

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan, admite que houve falhas na vigilância que permitiram o golpe de Estado falhado, mas garante que rapidamente a situação vai estar resolvida. Na primeira entrevista que deu desde a declaração do estado de emergência, Erdogan falou das detenções.

  • "O estado de emergência não tem que atropelar o estado de direito"
    4:17

    Mundo

    Depois da tentativa de golpe de Estado na Turquia, a população tem cedido aos apelos de Erdogan e tem saído à rua para apoiar o Presidente. José Pedro Tavares, correspondente da SIC em Ancara, relata os últimos acontecimentos e diz que o estado de emergência decretado no país "já era esperado". O jornalista lembra que a partir de agora "o Governo poderá decretar regulamentos e leis sem passar pelo parlamento" e que "o estado de emergência não tem que atropelar o estado de direito".

  • Medidas de Erdogan dividem turcos
    2:10

    Mundo

    A Turquia vai suspender a Convenção Europeia dos Direitos Humanos. Trata-se apenas de uma das muitas medidas durante o estado de emergência. Mas nas ruas e no parlamento turco nem todos concordam com o presidente Erdogan. A Turquia está dividida.

  • Presidente turco instaura estado de emergência para "erradicar" opositores
    1:43

    Mundo

    O Presidente turco instaurou esta noite o estado de emergência com uma duração de três meses. Erdogan justifica a decisão com a necessidade de tomar medidas rápidas e eficazes. O objectivo é atacar o movimento inspirado no clérigo Fethullah Gulen, exilado nos Estados Unidos, e que Ancara considera ser um dos mentores da tentativa de golpe de estado.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".