sicnot

Perfil

Mundo

Nova Zelândia quer exterminar ratos e doninhas até 2050

© Pring Samrang / Reuters

O Governo da Nova Zelândia anunciou o "primeiro projeto do mundo" de extermínio total de ratazanas, doninhas e gambás. Até 2050, espera o Governo, o país estará completamente livre destes predadores de aves.

"A nossa ambição é que em 2050 todas as regiões da Nova Zelândia estejam livre de ratos, doninhas e gambás. É o programa de conservação mais ambicioso do mundo, mas acreditamos que se trabalharmos em conjunto enquanto país conseguimos", declarou o primeiro-ministro.

"Os ratos, doninhas e gambás matam 25 milhões das nossas aves nativas todos os anos, bem como outras espécies como os lagartos e, como em tudo no nosso ambiente, temos de fazer mais para protegê-los", acrescentou John Key.

O objetivo foi anunciado a par de uma injeção de financiamento no valor de mais de 25 milhões de euros.

Os métodos atuais de controlo das pragas na Nova Zelândia incluem o uso controverso do veneno 1080, caça terrestre de doninhas e as armadilhas com isco.

A Nova Zelândia é líder mundial na erradicação das ratazanas da paisagem natural. O desafio vai ser, agora, nas cidades.

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.