sicnot

Perfil

Mundo

Atentado faz pelo menos 10 mortos na capital da Somália

Pelo menos dez pessoas morreram hoje num ataque suicidia nas imediações do aeroporto de Mogadíscio, na capital de Somália, segundo a Associated Press. O atentado já foi reivindicado pelo Al Shabaab.

Última atualização às 9:17

De acordo com a imprensa local, foram ouvidas pelo menos duas explosões. Uma destas terá sido provocado por um carro-bomba, no controlo de segurança que a Missão da União Africana na Somália tem no aeroporto em Mogadíscio.

No último balanço referido pela AP, o número de vítimas mortais aumentou para dez, incluindo sete militares da ONU.

O grupo islâmico Al Shabaab reinvidicou o ataque, alegando que matou mais de 12 pessoas.

O Al Shabab anunciou em 2012 a sua adesão formal à Al Qaeda e luta pela instauração de um Estado Islâmico.

Tropas da União Africana e regionais apoiam desde há anos o exército somali na luta contra a milícia extremista, que tinha ficado debilitada com a morte, em 2014, do seu líder Ahmed Godane, num ataque aéreo norte-americano.

O atentado mais grave cometido pelo Al Shabab ocorreu a 25 de junho passado, quando pelo menos 35 pessoas morreram, depois de um grupo de terroristas se ter barricado durante mais de quatro horas no hotel Nasa-Hablod, na capital somali.

Com Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52