sicnot

Perfil

Mundo

Filipe VI começa hoje a ouvir os partidos políticos

© POOL New / Reuters

O rei de Espanha, Filipe VI, inicia hoje a ronda de consultas com 14 representantes de partidos políticos com assento no Congresso dos Deputados, para depois apresentar um candidato a presidente do governo.

A ronda de consultas termina na quinta-feira, com Filipe VI a receber o líder da formação mais votada a atual primeiro-ministro, Mariano Rajoy, do Partido Popular (PP).

Depois das conversações, Filipe VI convocará a presidente do Congresso, Ana Pastor, para a informar do resultado das consultas.

Não há prazo previsto na Constituição espanhola para o rei apresentar a proposta de candidato a presidente do executivo, mas vários políticos apontam um prazo curto, uma vez que o país tem um governo de gestão desde o início do ano.

Mariano Rajoy, líder do PP e presidente do governo em gestão, acredita ser possível que o novo governo seja escolhido a 02 de agosto, para ser votado um dia depois no Congresso de Deputados e, no caso de não conseguir maioria absoluta, haja uma segunda votação dois dias depois.

O PP foi o partido mais votado nas eleições de 26 de junho, apesar de não ter conseguido maioria absoluta, com 137 deputados.

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) ficou em segundo lugar, conquistando 85 lugares, enquanto a aliança Unidos-Podemos ficou em terceiro, com 71 deputados. A quarta formação mais votada foi o Ciudadanos, que alcançou 32 assentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.