sicnot

Perfil

Mundo

Filipe VI começa hoje a ouvir os partidos políticos

© POOL New / Reuters

O rei de Espanha, Filipe VI, inicia hoje a ronda de consultas com 14 representantes de partidos políticos com assento no Congresso dos Deputados, para depois apresentar um candidato a presidente do governo.

A ronda de consultas termina na quinta-feira, com Filipe VI a receber o líder da formação mais votada a atual primeiro-ministro, Mariano Rajoy, do Partido Popular (PP).

Depois das conversações, Filipe VI convocará a presidente do Congresso, Ana Pastor, para a informar do resultado das consultas.

Não há prazo previsto na Constituição espanhola para o rei apresentar a proposta de candidato a presidente do executivo, mas vários políticos apontam um prazo curto, uma vez que o país tem um governo de gestão desde o início do ano.

Mariano Rajoy, líder do PP e presidente do governo em gestão, acredita ser possível que o novo governo seja escolhido a 02 de agosto, para ser votado um dia depois no Congresso de Deputados e, no caso de não conseguir maioria absoluta, haja uma segunda votação dois dias depois.

O PP foi o partido mais votado nas eleições de 26 de junho, apesar de não ter conseguido maioria absoluta, com 137 deputados.

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) ficou em segundo lugar, conquistando 85 lugares, enquanto a aliança Unidos-Podemos ficou em terceiro, com 71 deputados. A quarta formação mais votada foi o Ciudadanos, que alcançou 32 assentos.

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.