sicnot

Perfil

Mundo

Morre médico baleado por paciente em Berlim

© Hannibal Hanschke / Reuters

Morreu o médico que esta manhã foi baleado num hospital universitário em Steglitz, na área de Berlim, Alemanha. De acordo com a agência Reuters, o atirador era um paciente e ter-se-á suicidado de seguida. A polícia diz que não há sinais de que o incidente se tratasse de um ataque terrorista.

Uma porta-voz da polícia disse à agência noticiosa AFP que vários tiros foram disparados num hospital universitário num bairro rico do sudoeste de Steglitz da capital alemã.

"Segundo informação preliminar, um paciente atingiu um médico a tiro no hospital e depois suicidou-se", disse.

Os disparos ocorreram no Hospital Universitário Charit, por volta das 11 da manhã locais (12:00 em Lisboa), depois de quatro ataques registados na Alemanha desde 18 de julho, que causaram no total 10 mortos de 12 feridos.

O tiroteio aconteceu numa altura em que a Alemanha está no limite, depois de quatro ataques violentos no sul do país.

Um requerente de asilo sírio fez-se explodir no exterior de um festival de música e feriu 15 outras pessoas em Ansbach no domingo, seis dias depois de quatro passageiros de um comboio terem sido feridos com um machado por outro requerente de asilo, em Wuerburg, no dia 18 de julho.

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou ambos os ataques.

Na sexta-feira, nove pessoas foram mortas num centro comercial durante um tiroteio em Munique levado a cabo por um adolescente germano-iraniano com um historial de problemas psicológicos, mas sem ligações aparentes aos 'jihadistas'.

No domingo, um refugiado sírio matou uma mulher polaca de 45 anos com uma grande faca de kebab num café no sudoeste da cidade de Reutlingen.

A polícia concluiu que o incidente, onde três outras pessoas ficaram feridas, foi provavelmente um "crime passional".

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Casos de cancro nos pulmões diminuem
    3:08

    País

    O mapa do cancro em Portugal está a mudar, pela primeira vez os casos de cancro do cólon ultrapassaram os do pulmão. A proibição de fumar em locais públicos tem levado à diminuição dos casos de tumores pulmonares.

  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28