sicnot

Perfil

Mundo

Parlamento turco aprova comissão para investigar tentativa de golpe de Estado

O parlamento turco aprovou esta terça-feira uma comissão cujo objetivo será investigar a tentativa de golpe de Estado falhada do dia 15 de julho na Turquia.

No grupo de trabalho estão incluídos representantes dos partidos com assento parlamentar, incluindo das três forças da oposição. Os suspeitos de participar ou colaborar na tentativa de derrubar o governo poderão vir a ser interrogados.

A tentativa de derrubar o regime turco, chefiado por Erdogan, foi condenado por vários líderes mundiais, entre os quais o presidente russo.

A Rússia e a Turquia estão há cerca de um ano de costas voltadas, depois do abate de um avião militar russa pelas forças turcas junto à fronteira entre a Turquia e a Síria

O governo turco fez entretanto um pedido de desculpas pelo incidente e Vladimidir Putin parece decidido a relatar as relações entre os dois países.

No dia 9 de agosto está marcado um encontro entre o líder turco Erdogan e o presidente russo, em São Petersburgo.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".