sicnot

Perfil

Mundo

Sequestro em França termina com raptores abatidos e um refém morto

ALICE PATALACCI

Dois homens armados com facas fizeram hoje cinco reféns numa igreja em Saint-Etienne-du-Rouvray, na região francesa da Normandia. Os sequestradores acabaram por ser abatidos pela polícia. Um dos reféns, padre, morreu e outro está gravemente ferido. O Presidente francês diz que o Daesh é o responsável pelo ataque.

Última atualização às 12:48

Um dos reféns morreu, avança fonte policial à France Press. Era um padre que, acrescenta outra fonte citada pela Reuters, tinha um corte na garganta.

Um porta-voz do ministério do Interior disse ao canal BFM TV que uma pessoa ferida no sequestro se encontra "entre a vida e a morte".

Na operação para pôr fim ao sequestro, a unidade de intervenção da polícia francesa matou os dois sequestradores que fizeram cinco reféns.

Além do padre, duas freiras e outras duas pessoas foram feitas reféns. O sequestro começou entre as 9:00 e as 9:30 (8:00 e 8:30 em Lisboa). A operação terminou perto das 11:00 locais (10:00 em Lisboa).

As motivações ainda não são conhecidas. Em comunicado, o ministério público de Paris indicou ter atribuído a investigação do caso à subdireção antiterrorista e a direção-geral de segurança interna francesas.

O presidente francês, François Hollande, decidiu deslocar-se de imediato ao local, perto de Rouen, cidade de onde é oriundo.

  • "Vi o Bas Doost a jorrar sangue para o chão (...) revoltei-me!"
    3:28
  • "Esta semana parecia um filme de terror"
    2:24

    Desporto

    O treinador do Sporting falou pela primeira vez à imprensa desde as agressões de que foi alvo em Alcochete. Jorge Jesus disse que a última semana "parecia um filme de terror" e deixou um agradecimento especial aos adeptos e à "capacidade emocional" dos jogadores.

  • Já se pode pescar sardinha mas há limitações

    País

    A proibição da pesca da sardinha termina hoje, podendo, até 31 de julho, os pescadores capturar 4.855 toneladas, com limites diários, medidas de proteção dos juvenis e monitorização da pescaria, disse à Lusa o Ministério do Mar.

  • Nicolas Maduro vence presidenciais na Venezuela

    Mundo

    O chefe de Estado venezuelano, Nicolas Maduro, foi declarado vencedor das eleições presidenciais de domingo pela autoridade eleitoral, com perto de 70% dos votos, depois de contados quase todos os boletins.

  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29