sicnot

Perfil

Mundo

Hiroshima pede respeito e fim dos Pokestops no memorial das vítimas

reuters

O memorial de Hiroshima na cidade japonesa tem sido palco da "febre" do Pokemon Go, para desagrado das autoridades. A cidade pediu à Niantic Inc, que desenvolveu o jogo, para acabar com os Pokestops até 6 de agosto, dia do aniversário do bombardeamento de 1945.

A Niantic ainda não reagiu ao pedido das autoridades de Hiroshima, cujo memorial vai ser palco, mais uma vez, das homenagens solenes às vítimas.

Desde o lançamento do jogo de realidade aumentada, o local tem sido, porém, cenário para a busca por pokemons.

Noutros locais do mundo, entidades como o Museu Memorial do Holocausto em Washington, EUA, fizeram pedidos idênticos à Niantic Inc. O diretor do Museu considerou que "o jogo não é adequado para um espaço que serve de memória às vítimas do regime nazi".

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Governo garante que programa de ajuda alimentar será executado em 2017
    2:56

    País

    O Governo não executou o programa europeu que, no ano passado, apoiou 400 mil portugueses e é acusado de ter desperdiçado este ano 28 milhões de euros em ajuda alimentar. O ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, garante que o programa será executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação.

  • Sol e calor teimam em ficar para o Natal
    1:50

    País

    Com o Natal à porta, o sol teima em ficar um pouco por todo o país. Até a norte as temperaturas estão altas para esta época do ano com o distrito do Porto a rondar os 18 graus.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47