sicnot

Perfil

Mundo

Rússia segue mais de 220 potenciais terroristas suicidas

A Rússia controla mais de 220 pessoas consideradas suscetíveis de se converterem em terroristas suicidas, disse hoje o diretor do Serviço Federal de Segurança russo (FSB, antigo KGB), Alexandr Bórtnikov.

Os serviços de inteligência russos trabalham de forma sistemática na identificação de radicais que possam estar a recrutar terroristas suicidas e a organizar atentados, disse Bórtnikov numa reunião de segurança presidida por Vladimir Putin, Presidente da Federação Russa.

O líder do FSB disse que os suicidas são vistos com uma "aura de mártires pela fé", o que os chama para a causa terrorista: "A aura de mártires pela fé que se cria em redor dos suicidas atinge o objetivo, de acordo com o crescente número de atentados realizados".

Os cidadãos russos e dos países vizinhos da Ásia Central que participam como militantes jihadistas nos conflitos armados da Síria, Iraque e Afeganistão representam o maior perigo para a segurança nacional russa, segundo os serviços secretos russos.

"Em 2015, identificámos mais de 2.900 pessoas suspeitas de participar em atividades terroristas nos países citados", disse o diretor do FSB.

"O perigo de um surto da atividade terrorista como consequência do regresso maciço de guerrilheiros é um dos problemas mais urgentes para a Rússia, como para a maioria dos países de todo o mundo", frisou Bórtnikov.

Os combatentes que regressam para os países de origem são elos para o recrutamento de novos seguidores e por isso as forças de segurança tentam impedir o alastramento dessas atividades.


Lusa

  • Chuva, vento, granizo e neve em 13 distritos
    1:42

    País

    Treze distritos do continente estão sob aviso amarelo devido ao mau tempo, com previsão de chuva, granizo e neve. O vento forte faz-se sentir em especial nos distritos de Beja, Faro e Setúbal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.