sicnot

Perfil

Mundo

Turquia emitiu mandados de prisão para 47 ex-funcionários do jornal Zaman

© Fabrizio Bensch / Reuters

A Turquia emitiu hoje mandados de prisão para 47 ex-funcionários do jornal Zaman, na sequência da tentativa de golpe de Estado de dia 15 de julho, adiantou um funcionário, que não quis ser identificado.

O homem disse que os mandados eram para "executivos e alguns funcionários, incluindo colunistas" do jornal, alegadamente seguidores de Fethullah Gülen.

Na sequência do golpe, o Executivo turco declarou o estado de emergência e desencadeou uma purga em diversos organismos estatais para localizar os alegados seguidores de Fethullah Gülen, o clérigo islamita exilado nos Estados Unidos e que Ancara acusa de ter patrocinado o golpe.

A Turquia foi alvo de uma tentativa de golpe de Estado a 15 de julho, mas o Presidente, Recep Erdogan, e Governo recuperaram o controlo do país.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.