sicnot

Perfil

Mundo

Vinte dissidentes cubanos em greve de fome

Guillermo Fariñas

© Ginnette Riquelme / Reuters

Cerca de vinte cubanos ligados à organização de oposição ao regime União Patriótica de Cuba (UNPACU) estão em greve de fome em protesto contra a crescente repressão no país, disseram na terça-feira dirigentes daquela estrutura.

Algumas pessoas estão há quase duas semanas em greve de fome, disse à agência de notícias EFE Ovidio Martín Castellanos, da direção da NPACU.

Guillermo Fariñas, um dos mais conhecidos dissidentes cubanos, integra o grupo em protesto, tendo iniciado a greve de fome a 20 julho. Está "cansado e sonolento", mas disposto a continuar, segundo disse o próprio à EFE.

Fariñas afirmou que este protesto é "muito importante" perante a crescente repressão violenta em Cuba, que tem vindo a ser denunciada por opositores ao regime de Raul Castro.

A UNPACU apelou a um dia de jejum hoje em vários pontos do país em solidariedade com os dissidentes em greve de fome, que pedem respeito pelos direitos humanos em Cuba.

O apelo da UNPACU é para que sejam respeitadas 12 horas de jejum e tem a expetativa de que cerca de 200 pessoas se unam ao protesto no país.

Em Miami, nos Estados Unidos da América, está também a ser organizada uma vigília que contará com a presença do líder da UNPACU, José Daniel Ferrer, ex-preso político que teve autorização para sair de Cuba, pela primeira vez, em junho deste ano.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.