sicnot

Perfil

Mundo

Afegão mutila mulher grávida

© Michalis Karagiannis / Reuter

Um homem mutilou a mulher grávida, no Afeganistão. Este é o mais recente caso de violência no país. No espaço de 24 horas, uma outra mulher, também grávida, morreu às mãos dos familiares do marido.

A mulher não sabe o motivo que levou o seu marido a bater-lhe com um pau, cortar-lhe o cabelo e rapar partes da cabeça. Segundo os familiares, o homem ainda mutilou os genitais da mulher, que estava grávida de seis meses.

A vítima admitiu que a sogra e a cunhada ajudaram o marido a prende-la com uma corda e a bater-lhe "da cabeça aos pés". Acabou por perder o bebé, devido à gravidade dos ferimentos.

Segundo o comandante da polícia de Takhar, sítio onde ocorreu o crime, "o acusado está em fuga". Noor Muhammad Hakimi confirmou também que foi aberto uma investigação a três pessoas, incluindo o marido.

Apesar deste tipo de mutilação ser raro no Afeganistão, os crimes de violência contra as mulheres estão a aumentar. Noutros casos de mutilação, dois maridos cortaram o nariz das mulheres. Muitos afegãos acreditam que a educação é a chave para reduzir a violência contra as mulheres.

No mesmo dia, uma mulher de 20 anos foi morta a tiro por membros da família do seu marido, na província de Faryab. Segundo o dirigente dos Direitos Humanos da cidade, a mulher tinha sido entregue a uma igreja, para proteção.

Sayed Hafizullah Fitra disse que a mulher estava grávida e, que os familiares do marido a acusavam de ter um caso amoroso fora do casamento. Contudo, a vítima foi entregue aos sogros e acabou por ser morta. Segundo as autoridades locais, o sogro está desaparecido. Quanto ao marido, acredita-se que está no Irão.

  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.