sicnot

Perfil

Mundo

Afegão mutila mulher grávida

© Michalis Karagiannis / Reuter

Um homem mutilou a mulher grávida, no Afeganistão. Este é o mais recente caso de violência no país. No espaço de 24 horas, uma outra mulher, também grávida, morreu às mãos dos familiares do marido.

A mulher não sabe o motivo que levou o seu marido a bater-lhe com um pau, cortar-lhe o cabelo e rapar partes da cabeça. Segundo os familiares, o homem ainda mutilou os genitais da mulher, que estava grávida de seis meses.

A vítima admitiu que a sogra e a cunhada ajudaram o marido a prende-la com uma corda e a bater-lhe "da cabeça aos pés". Acabou por perder o bebé, devido à gravidade dos ferimentos.

Segundo o comandante da polícia de Takhar, sítio onde ocorreu o crime, "o acusado está em fuga". Noor Muhammad Hakimi confirmou também que foi aberto uma investigação a três pessoas, incluindo o marido.

Apesar deste tipo de mutilação ser raro no Afeganistão, os crimes de violência contra as mulheres estão a aumentar. Noutros casos de mutilação, dois maridos cortaram o nariz das mulheres. Muitos afegãos acreditam que a educação é a chave para reduzir a violência contra as mulheres.

No mesmo dia, uma mulher de 20 anos foi morta a tiro por membros da família do seu marido, na província de Faryab. Segundo o dirigente dos Direitos Humanos da cidade, a mulher tinha sido entregue a uma igreja, para proteção.

Sayed Hafizullah Fitra disse que a mulher estava grávida e, que os familiares do marido a acusavam de ter um caso amoroso fora do casamento. Contudo, a vítima foi entregue aos sogros e acabou por ser morta. Segundo as autoridades locais, o sogro está desaparecido. Quanto ao marido, acredita-se que está no Irão.

  • Descobertos fósseis que podem provar existência de vida em Marte

    Mundo

    Fósseis com 3,77 mil milhões de anos, dos mais antigos já descobertos, foram identificados por cientistas de vários países na província do Quebec, no leste do Canadá. As descobertas coincidem no tempo com a altura em que Marte e a Terra tinham água líquida à superfície, o que levanta questões sobre a hipótese de vida extraterrestre.

  • As polémicas declarações de João Braga sobre os Óscares

    País

    A Associação SOS Racismo reagiu esta quarta-feira às palavras do fadista João Braga na sua página no Facebook, sobre a cerimónia de entrega dos Óscares, e disse esperar que a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial atue de forma exemplar face.

  • "Apelamos ao debate e somos criticados? Então m...."
    0:52
  • Oprah admite candidatar-se à Presidência dos EUA

    Mundo

    A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey admitiu, numa entrevista, que a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro a fez considerar a possibilidade de entrar na corrida à Casa Branca.

  • Temperaturas recorde no "último lugar da Terra"

    Mundo

    A Organização Meteorológica Mundial (OMM) anunciou esta quarta-feira que se registaram nos últimos 37 anos temperaturas altas recorde na Antártida, num local que foi descrito como "o último lugar da Terra".