sicnot

Perfil

Mundo

Ban Ki-moon avisa que Sudão do Sul está à beira do abismo

© Sergei Karpukhin / Reuters

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, avisou que o Sudão do Sul está à beira do abismo, na sequência da intensificação dos confrontos naquele jovem país e do surgimento de uma vaga de violência sexual.

Perante o Conselho de Segurança das Nações Unidos, Ban Ki-moon afirmou hoje estar "chocado pela escala da violência sexual", numa referência aos relatos de funcionários da organização internacional que indicam a ocorrência de pelo menos 120 casos de violações nas últimas três semanas.

"Neste momento, o Sudão do Sul permanece precariamente equilibrado à beira do abismo", disse o secretário-geral da ONU durante um debate aberto sobre a pacificação do continente africano.

"As promessas de um novo estado de paz, justiça e de oportunidades foram desperdiçadas", acrescentou o representante.

Independente desde 2011 após uma cisão do Sudão, o Sudão do Sul (o mais jovem país do mundo) está dilacerado por uma guerra civil marcada por massacres interétnicos que causou dezenas de milhares de mortos e perto de três milhões de deslocados desde dezembro de 2013.

Este mês, os violentos combates registados na capital sul-sudanesa, Juba, comprometeram seriamente um acordo de paz assinado em agosto de 2015.

Ban Ki-moon apelou à imposição de um embargo de armas e de sanções ao Sudão do Sul, mas o Conselho de Segurança terá ainda de aprovar tais medidas.

Os Estados Unidos divulgaram hoje um projeto de resolução ao Conselho que prevê a prorrogação do mandato da missão das Nações Unidas no Sudão do Sul, designada UNMISS (na sigla em inglês), até 08 de agosto.

A prorrogação do mandato iria significar mais tempo para discutir, em separado, uma resolução sobre um eventual embargo de armas, sanções e a criação de uma força regional para estabilizar a capital sul-sudanesa, segundo indicaram diplomatas junto das Nações Unidas.

No início de julho, líderes africanos aprovaram um plano que prevê a criação de uma força de proteção regional para o Sudão do Sul e pediram ao Conselho de Segurança da ONU para autorizar um mandato vigoroso para esta futura brigada de intervenção.

"Existe um projeto de resolução em desenvolvimento", disse o embaixador britânico junto da ONU Matthew Rycroft.

Os 13.500 elementos que integram a UNMISS têm sido alvo de críticas por não terem conseguido travar a nova vaga de confrontos, bem como por terem falhado na proteção de civis durante os combates.

Em processo de investigação está a alegada inação de operacionais da UNMISS, missão com base em Juba, que não terão socorrido uma mulher que estava a ser atacada por dois soldados sul-sudaneses perto das instalações da missão da ONU.

Cerca de 300 pessoas morreram nos violentos combates que atingiram a capital sul-sudanesa no início deste mês e cerca de 42.000 pessoas foram obrigadas a fugir e a procurar refúgio.

Perante o aumento de casos de violações, os operacionais da missão da ONU, também conhecidos como "capacetes azuis", reforçaram as patrulhas perto da base da UNMISS e na cidade, segundo indicou o porta-voz da ONU, Farhan Haq.

Também estão a acompanhar as mulheres que saem para recolher lenha ou outros itens.

Lusa

  • IPSS no Seixal alvo de processo e auditoria financeira
    1:47

    País

    A Segurança Social está fazer mais uma inspeção total a uma IPSS, agora na Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal. A fiscalização já recolheu documentação e está agora a passar a pente fino as contas, os serviços e todos os procedimentos da Instituição.

    Investigação SIC - Hoje no Jornal da Noite

    SIC

  • "Vai custar muito a voltarmos à realidade"
    2:22
  • Ministro alemão elogia Centeno que está otimista com o futuro da Zona Euro
    1:13

    Economia

    Mário Centeno diz que a Zona Euro tem um futuro positivo pela frente e acredita que o grupo dos países do euro está alinhado num projeto comum. Declarações do novo presidente do Eurogrupo no final de um encontro com o ministro das Finanças alemão, em Berlim. Peter Altmaier deu Portugal como exemplo de sucesso e reconheceu que foi um erro dividir a Europa entre Norte e Sul durante os anos da crise.

  • Trump mentalmente apto para ser Presidente dos EUA

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos foi na semana passada sujeito aos exames médicos anuais obrigatórios. O médico oficial da Casa Branca informou esta terça-feira que Donald Trump está de "excelente" saúde, não apenas física, mas também mental. As dúvidas sobre as capacidades cognitivas de Trump ganharam força após as revelações feitas no livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House".

    SIC

  • Quando o frio até as pestanas congela

    Mundo

    Os termómetros desceram até aos - 67º Celsius em Yakutia, 5.300 quilómetros a Este de Moscovo, na Rússia. Nesta região, os estudantes estão habituados a manter as rotinas, mesmo quando as valores chegam aos - 40º Celsius, mas esta terça-feira as autoridades encerraram escolas e aconselharam a população a ficar em casa, longe do frio que até as pestanas congela.

    SIC