sicnot

Perfil

Mundo

Como manter a chama acesa numa relação longa

Segundo um novo estudo, a chave para manter a chama acesa nas relações longas é responder às necessidades um do outro, fora do quarto. Um grupo de investigadores norte-americanos e israelitas descobriram que as mulheres reagem muito melhor a esta sensibilidade.

Para o estudo, cerca de cem casais mantiveram um diário durante três semanas. Para além de descreverem o desejo sexual que sentiam pelo parceiro, tinham também de analisar o quão suscetível o parceiro era. Os resultados foram publicados no Journal of Personality and Social Psychology.

Gurit Birnbaum, professor de psicologia da Universidade de Herzliya, em Israel, é o coautor do projeto. "A nossa pesquisa mostra que um casal que é sensível às necessidades um do outro, fora do quarto, é capaz de manter o seu desejo sexual."

Parceiros recetivos - que perceberem as necessidade emocionais um do outro - demonstram um melhor entendimento do parceiro e acredita-se que investem muito mais na relação.

"Quando um parceiro é realmente suscetível às necessidades do outro, a relação é muito mais especial e única. E a pessoa alvo da recetividade é vista como apreciada e desejada", o professor Birnbaum disse. "A recetividade, que é um tipo de intimidade, é muito importante numa relação, uma vez que mostra que o parceiro está mesmo interessado no bem-estar do outro. Mas de uma forma aberta e informada sobre o que o outro realmente quer."

"O desejo sexual prospera na intimidade criada pelo casal e, ser recetivo é uma das melhores maneiras de manter a chama acesa com o passar do tempo."

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil de empatar com a Costa Rica já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • Moutinho e Rafael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.