sicnot

Perfil

Mundo

Merkel recusa alterar política de acolhimento de refugiados

© Hannibal Hanschke / Reuters

A chanceler alemã, Angela Merkel, rejeita firmemente os apelos para reverter a postura de acolhimento de refugiados, após vários ataques no país. "[Os atacantes] querem pôr em causa o nosso sentido de comunidade, a nossa abertura e a nossa vontade de ajudar pessoas que necessitam", afirmou Merkel à imprensa.

"Rejeitamos isto firmemente", garantiu a chanceler, que interrompeu as suas férias de verão a norte de Berlim para falar à imprensa na capital alemã.

Merkel afirmou que quatro ataques numa semana foram "chocantes, opressivos e depressivos", mas rejeitou a ideia de que as autoridades estejam a perder o controlo.

A governante alemã aludiu a ataques noutros locais - como França, Bélgica, Turquia ou os Estados Unidos -, considerando que "aconteceram em locais onde qualquer um de nós poderia estar".

Merkel reiterou a sua posição, a mesma que no ano passado justificou a entrada de refugiados, que fugiam da guerra e de perseguições, muitos da Síria, num total de mais de 1,1 milhões de migrantes e refugiados.

"Eu continuo convencida de que conseguiremos - é o nosso dever histórico e este é um desafio histórico em tempos de globalização", considerou.

Os quatro atentados recentes na Alemanha - um ataque com um machado, um tiroteio, um ataque à facada e um bombista suicida - causaram 13 mortos, entre os quais três atacantes, e dezenas de feridos.

Três dos quatro atacantes procuravam asilo e dois dos atentados foram reclamados pelo Daesh.

Enquanto a classe política alemã apelou à calma, partidos da oposição e críticos dentro do bloco conservador de Merkel têm-na acusado de expor o país a um inaceitável nível de risco, sem controlos mais rígidos sobre as novas entradas.

Lusa

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.