sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de crianças detidas em operações contra extremistas

Arquivo

© Mohammad Ismail / Reuters

Milhares de crianças foram detidas e algumas torturadas no âmbito de operações contra grupos extremistas como o Boko Haram na Nigéria ou o Daesh no Iraque e na Síria, segundo a organização não-governamental Human Rights Watch.

A organização de defesa dos direitos humanos sublinha, num relatório divulgado hoje, que houve um aumento das detenções de crianças em seis países envolvidos em conflitos: Afeganistão, República Democrática do Congo, Iraque, Israel e territórios palestinianos, Nigéria e Síria.

"É uma tendência muito preocupante num momento em que os governos procuram responder a conflitos armados e a grupos extremistas armados como o Daesh e o Boko Haram", sublinha a ONG.

"Os governos detêm milhares de crianças, sem acusação, frequentemente durante meses ou anos, e submetem-nos a tortura e maus tratos", acrescenta ainda.

Na Síria, em cinco anos e meio de guerra, pelo menos 1.433 crianças foram detidas, mas apenas 436 foram libertadas, segundo a HRW.

No Iraque, pelo menos 314 crianças, entre as quais 58 raparigas, foram condenadas sob acusações de terrorismo, diz a ONG, que sublinha que é frequente a detenção e tortura de mulheres e crianças por causa de atos terroristas cometidos pelos homens da família.

Um rapaz de dez anos de idade contou à HRW como em 2012 as forças de segurança iraquianas ameaçaram matá-lo se não revelasse onde os pais tinham escondido armas.

Segundo as estatísticas das Nações Unidas, citadas pela HRW, as crianças detidas no Afeganistão são torturadas com mais frequência do que os adultos, por as autoridades pensarem que podem mais facilmente revelar informações.

O Conselho de Segurança da ONU tem agendado para terça-feira um debate sobre as crianças nos conflitos armados.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.