sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de crianças detidas em operações contra extremistas

Arquivo

© Mohammad Ismail / Reuters

Milhares de crianças foram detidas e algumas torturadas no âmbito de operações contra grupos extremistas como o Boko Haram na Nigéria ou o Daesh no Iraque e na Síria, segundo a organização não-governamental Human Rights Watch.

A organização de defesa dos direitos humanos sublinha, num relatório divulgado hoje, que houve um aumento das detenções de crianças em seis países envolvidos em conflitos: Afeganistão, República Democrática do Congo, Iraque, Israel e territórios palestinianos, Nigéria e Síria.

"É uma tendência muito preocupante num momento em que os governos procuram responder a conflitos armados e a grupos extremistas armados como o Daesh e o Boko Haram", sublinha a ONG.

"Os governos detêm milhares de crianças, sem acusação, frequentemente durante meses ou anos, e submetem-nos a tortura e maus tratos", acrescenta ainda.

Na Síria, em cinco anos e meio de guerra, pelo menos 1.433 crianças foram detidas, mas apenas 436 foram libertadas, segundo a HRW.

No Iraque, pelo menos 314 crianças, entre as quais 58 raparigas, foram condenadas sob acusações de terrorismo, diz a ONG, que sublinha que é frequente a detenção e tortura de mulheres e crianças por causa de atos terroristas cometidos pelos homens da família.

Um rapaz de dez anos de idade contou à HRW como em 2012 as forças de segurança iraquianas ameaçaram matá-lo se não revelasse onde os pais tinham escondido armas.

Segundo as estatísticas das Nações Unidas, citadas pela HRW, as crianças detidas no Afeganistão são torturadas com mais frequência do que os adultos, por as autoridades pensarem que podem mais facilmente revelar informações.

O Conselho de Segurança da ONU tem agendado para terça-feira um debate sobre as crianças nos conflitos armados.

Lusa

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.