sicnot

Perfil

Mundo

Três mortos na final da Taça dos Libertadores

Três pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em resultado de violentos confrontos após o jogo da final da Taça Libertadores de futebol, conquistada pelos colombianos do Atlético Nacional.

Um dos três mortos registados em Bogotá e Medellin era um menor.

"É realmente lamentável registarmos mais de uma centena de batalhas após o jogo, com dois mortos em Bogotá, após a vitória do Nacional. Temos de aprender a viver de forma mais civilizada", afirmou o presidente da câmara de Bogotá, Enrique Penalosa.

Os colombianos do Atlético Nacional conquistaram na quarta-feira a Taça Libertadores de futebol, o equivalente à Liga dos Campeões, depois de vencerem os equatorianos do Independiente del Valle, por 1-0, na segunda mão da final.

Após o empate de 1-1 no primeiro jogo, disputado em Quito, a 21 de julho, bastou o golo 'solitário' de Miguel Borja, logo aos nove minutos, no encontro disputado em Medellin, para o Atlético Nacional se sagrar pela segunda vez campeão sul-americano, depois de 1989.

O Atlético Nacional sucede na galeria dos campeões da Taça Libertadores ao River Plate, que conquistou o troféu em 2015, depois de vencer os mexicanos do Tigres.

Com esta vitória, o Atlético Nacional apurou-se para o Mundial de clubes, que se disputará em dezembro, no Japão.

O Real Madrid, clube dos internacionais portugueses Cristiano Ronaldo e Pepe, também estará no Japão, como vencedor da Liga dos Campeões.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.