sicnot

Perfil

Mundo

Marinha italiana e ONG ajudam a salvar 6 mil pessoas desde 5ª feira

A Marinha italiana anunciou hoje que ajudou a salvar cerca de seis mil migrantes desde quinta-feira, com auxílio de organizações não-governamentais, acrescentando que pelo menos dois mortos foram recuperados do mar.

Numa única operação realizada pela embarcação Veja, cinco migrantes foram apanhados no mar, três deles foram salvos de morrerem afogados, com técnicas de ressuscitação, e dois já se encontravam mortos, segundo informação divulgada na conta da rede social Twitter da marinha italiana, citada pela agência France Presse.

De acordo com os últimos dados do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), antes mesmo da mais recente onda migratória, 89.217 pessoas, a maioria da África subsaariana, chegaram à Itália por mar desde o início do ano.

Mais de 3.000 imigrantes morreram a tentar fazer a travessia, um aumento de mais de 50% em comparação com o mesmo período de 2015, de acordo com a Organização Internacional das Migrações (OIM).

Na quinta-feira, Itália lançou uma campanha na Internet, televisão, rádio e outros meios de comunicação social para alertar os migrantes africanos para os perigos que enfrentam na tentativa de chegar à Europa.

Lusa

  • Resgatada mais uma criança com vida após sismo em Itália
    0:30
  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40