sicnot

Perfil

Mundo

Helicóptero militar russo abatido no noroeste da Síria

​Um helicóptero militar russo que participava numa operação humanitária em Alepo foi abatido na província de Idleb, no noroeste da Síria, e os cinco ocupantes do aparelho morreram, anunciaram hoje autoridades russas.

© Ammar Abdullah / Reuters

"A 01 de agosto, na província de Idleb, disparos feitos do solo abateram um helicóptero de transporte militar Mi-8 que regressava à base aérea de Hmeimim depois de entregar ajuda humanitária na cidade de Alepo", informou o Ministério da Defesa em comunicado.

Um porta-voz do Ministério citado pelas agências russas precisou que a bordo seguiam três tripulantes e dois oficiais e que se desconhecia na altura o seu estado e paradeiro, mas a presidência russa precisou mais tarde que todos os cinco morreram na queda do aparelho.

© Ammar Abdullah / Reuters

O conflito que desde 2011 opõe o regime sírio a grupos opositores e organizações jihadistas já fez mais de 280 mil mortos.

Segundo a organização não-governamental Observatório Sírio dos Direitos Humanos, no mês de julho morreram pelo menos 4.794 pessoas, menos que em junho, quando se registaram 4.823 mortes.

Entre os mortos de julho figuram 1.590 civis, 341 deles crianças, a maioria (779) vítimas de bombardeamentos das forças do regime e russas. Pelo menos 45 outros foram mortos por membros do grupo extremista Estado Islâmico, 163 por disparos de grupos rebeldes e 148 por bombardeamentos da coligação internacional, entre outros motivos.

© Ammar Abdullah / Reuters

Por outro lado, pelo menos 617 membros de grupos sírios e curdos que combatem o regime foram mortos em julho, 1.262 combatentes estrangeiros do Estado Islâmico e do ramo da Al-Qaida na Síria, a Frente al-Nosra e três desertores do exército sírio.

Nas fileiras do regime registaram-se 554 mortes de membros das forças regulares e 643 de membros de milícias aliadas do regime, segundo o Observatório.

Lusa

© Ammar Abdullah / Reuters

  • Pescador desaparecido no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço

    País

    O pescador desapareceu na noite deste sábado no rio Minho, em Alvaredo, no concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo. Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil estão envolvidos nas buscas 15 operacionais e quatro viaturas.

  • Portugal vai testar capacidade de resposta a ciberataque
    0:22

    País

    O exercício está marcado para os dias 09 e 10 de maio e é o primeiro a nível nacional a testar um ciberataque em Portugal. O teste é organizado pelo Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) para apurar "o "grau de preparação" das várias entidades públicas e privadas, mas já conclusões a ter em conta. Segundo o coordenador do CNCS, Pedro Veiga confirma-se tendência para os ataques serem cada vez mais sofisticados e é preciso alertar a população para o que publicam na internet e se pode colocar em risco a privacidade e a segurança.

  • Mont-Saint-Michel evacuado "por precaução"

    Mundo

    O monumento do Monte Saint-Michel, no oeste de França, foi evacuado hoje de manhã "por precaução", tendo sido retirados os turistas e habitantes devido à presença de um suspeito que ameaçou as forças da ordem, anunciou a polícia francesa.

  • As suspeitas que recaem sobre Ricardo Salgado e Manuel Pinho
    2:00