sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 28 civis morreram em bombardeamentos na cidade de Alepo

Pelo menos 28 civis morreram nas últimas 24 horas na cidade de Alepo, Síria, na consequência de bombardeamentos feitos por grupos rebeldes sírios, disse o responsável pelo Observatório dos Direitos Humanos.

Segundo Rami Abdel Rahman, no ataque, a bairros controlados pelo Governo, morreram "seis crianças e oito mulheres" e dezenas de pessoas ficaram feridas.

Antiga potência económica da Síria, a cidade de Alepo está dividida desde meados de 2012 entre uma parte controlada pelo Governo e outra pelos rebeldes sírios.

Nas últimas semanas, as forças governamentais intensificaram a sua presença a leste, provocando receio de uma crise humanitária para os cerca de 250 mil pessoas.

Mais de 280 mil pessoas morreram desde o início do conflito na Síria, que teve início em março de 2011.

O conflito teve início com protestos antigovernamentais, que se transformaram numa guerra civil.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.