sicnot

Perfil

Mundo

Rússia convida peritos da NATO para discutir a segurança na Europa

A Rússia convidou peritos militares da NATO para discutir a segurança na Europa, nomeadamente os sobrevoos de aviões militares russos sobre o mar Báltico, divulgou esta segunda-feira o Ministério da Defesa russo.

Este anúncio surge num contexto de tensão entre Moscovo e a Aliança Atlântica.

"Os peritos militares são convidados para Moscovo em setembro para consultas sobre a situação política e militar na Europa", indicou o vice-ministro da Defesa russo, Anatoli Antonov, num comunicado, sem dar mais pormenores sobre como estas consultas vão ser organizadas.

Segundo Anatoli Antonov, a segurança e a "reciprocidade" dos voos militares sobre o mar Báltico vão ser uma "prioridade" destes encontros.

Os países não-membros da NATO serão igualmente convidados, acrescentou o representante de Moscovo.

Um alto responsável da Aliança Atlântica explicou à agência noticiosa francesa AFP ter recebido informações adicionais sobre as "várias propostas" de cooperação que Moscovo apresentou no âmbito do Conselho NATO-Rússia, realizado alguns dias depois da cimeira de Varsóvia, no início de julho.

Em Varsóvia, a NATO aprovou o reforço de uma presença militar avançada no flanco leste da Europa.

"Os aliados vão ler (as informações) cuidadosamente antes de determinar os próximos passos", disse o alto responsável, acrescentando que "uma reciprocidade militar transparente e uma redução dos riscos têm um potencial considerável para melhorar a estabilidade e a segurança na zona euro-atlântica".

No último Conselho NATO-Rússia, Moscovo avançou com propostas para um assunto que tem gerado tensões: os sobrevoos de aviões militares russos sobre o mar Báltico com o sistema que permite a identificação e deteção dos aparelhos desligado, situação que complica a monitorização e aumenta o risco de colisões.

As propostas foram recebidas com alguma prudência pela NATO que pediu mais pormenores.

Nos últimos meses, os países bálticos, que integram a NATO, têm acusado regularmente a Rússia de violar o seu espaço aéreo e de sobrevoar o mar Báltico com o sistema de deteção desligado.

Por sua vez, o Departamento de Defesa norte-americano (Pentágono) também tem acusado Moscovo de realizar manobras perigosas nos céus do mar Báltico.

A Rússia, por seu lado, acusa Washington de enviar "aviões espiões" invisíveis para os radares russos.

A crise na Ucrânia e as incursões russas naquela região abalaram significativamente a relação entre Moscovo e a NATO.

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívida como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.