sicnot

Perfil

Mundo

Antigo responsável sérvio da Bósnia libertado antecipadamente

​O Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia (TPIJ) autorizou a libertação antecipada de um antigo responsável policial sérvio da Bósnia, condenado a 17 anos de prisão em 2010 pelo seu envolvimento no massacre de Srebrenica, anunciou hoje o tribunal.

"Acordo no pedido de libertação antecipada de (Ljubomir) Borovcanin, efetiva a partir de 01 de agosto de 2016", declarou o juiz Theodor Meron ao confirmar a deliberação.

Em junho de 2010 a instância judicial ad hoc da ONU considerou sete homens por envolvimento na execução de cerca de 7.800 homens e rapazes muçulmanos no enclave de Srebrenica, leste da Bósnia-Herzegovina, em julho de 1995.

Este massacre, o mais grave na Europa desde a Segunda Guerra mundial, foi cometido por tropas sérvias bósnias a poucos meses do final da guerra civil (1992-1995).

Reconhecidos culpados de genocídio, crimes de guerra e crimes contra a humanidade, dois antigos responsáveis militares sérvios da Bósnia, o ex-tenente-coronel Vujadin Popovic, e o antigo coronel Ljubisa Beara, foram condenados a prisão perpétua.

Ljubomir Borovcanin estava incluído entre os cinco outros acusados, incluindo quatro ex-responsáveis militares, condenados a penas entre os cinco e os 35 anos de prisão efetiva.

Em setembro de 2009, mais de três anos após o início deste megaprocesso, a acusação pediu prisão perpétua contra todos os acusados.

Preso em abril de 2005, Borovcanin, 56 anos, estava detido na Dinamarca, para onde foi transferido em 10 de novembro de 2011 e onde cumpriu o resto da pena.

Lusa

  • Depois do Fogo
    0:25

    Reportagem Especial

    Uma semana depois do incêndio de Pedrogão Grande são muitas as histórias de perda e de sobrevivência, mas também de solidariedade de pessoas anónimas, que não dormiram durante dias a fio, para apoiar na logística do difícil combate ao incêndio florestal mais mortífero de que há memória. Depois do Fogo, hoje no Jornal da Noite.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.