sicnot

Perfil

Mundo

Antigo responsável sérvio da Bósnia libertado antecipadamente

​O Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia (TPIJ) autorizou a libertação antecipada de um antigo responsável policial sérvio da Bósnia, condenado a 17 anos de prisão em 2010 pelo seu envolvimento no massacre de Srebrenica, anunciou hoje o tribunal.

"Acordo no pedido de libertação antecipada de (Ljubomir) Borovcanin, efetiva a partir de 01 de agosto de 2016", declarou o juiz Theodor Meron ao confirmar a deliberação.

Em junho de 2010 a instância judicial ad hoc da ONU considerou sete homens por envolvimento na execução de cerca de 7.800 homens e rapazes muçulmanos no enclave de Srebrenica, leste da Bósnia-Herzegovina, em julho de 1995.

Este massacre, o mais grave na Europa desde a Segunda Guerra mundial, foi cometido por tropas sérvias bósnias a poucos meses do final da guerra civil (1992-1995).

Reconhecidos culpados de genocídio, crimes de guerra e crimes contra a humanidade, dois antigos responsáveis militares sérvios da Bósnia, o ex-tenente-coronel Vujadin Popovic, e o antigo coronel Ljubisa Beara, foram condenados a prisão perpétua.

Ljubomir Borovcanin estava incluído entre os cinco outros acusados, incluindo quatro ex-responsáveis militares, condenados a penas entre os cinco e os 35 anos de prisão efetiva.

Em setembro de 2009, mais de três anos após o início deste megaprocesso, a acusação pediu prisão perpétua contra todos os acusados.

Preso em abril de 2005, Borovcanin, 56 anos, estava detido na Dinamarca, para onde foi transferido em 10 de novembro de 2011 e onde cumpriu o resto da pena.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagas as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Presidente da Câmara de Nova Iorque confirma "atentado terrorista falhado"
    0:29
  • Israel volta a bombardear posições do Hamas em Gaza

    Mundo

    O exército israelita voltou a bombardear esta segunda-feira posições do movimento Hamas na Faixa de Gaza em resposta ao lançamento de projéteis em direção a Israel pelas milícias palestinianas, informou um comunicado militar.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.