sicnot

Perfil

Mundo

Milhares no funeral de padre francês assassinado

Reuters

​O funeral do padre católico francês, assassinado há uma semana por dois extremistas islâmicos numa igreja na Normandia, no norte de França, foi hoje acompanhado por milhares de pessoas e contou com um forte dispositivo policial.

As exéquias, realizadas na catedral gótica de Rouen, foram acompanhadas por cerca de 2 mil pessoas, no interior e também no exterior da catedral, apesar da chuva na altura da cerimónia.

O padre Jacques Hamel, de 85 anos, foi degolado na passada terça-feira por dois extremistas islâmicos quando celebrava a missa matinal numa igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray, nos arredores de Rouen.

Os atacantes foram abatidos pela polícia, quando saíram para o adro da igreja a gritar "Allahu Akbar" (Deus é grande). O ataque foi reivindicado pelo Daesh.

"Um padre foi morto por terroristas, devemos mostrar a nossa presença para dizer não", afirmou Jean-François, um militar aposentado de 72 anos, em declarações à agência francesa AFP.

O caixão que transportava o corpo de Jacques Hamel, levado por quatro pessoas, entrou no edifício gótico acompanhado por um cortejo de padres que envergavam vestes brancas e estolas roxas, a cor do luto.

Vários muçulmanos também quiseram marcar presença na cerimónia, que foi marcada por fortes medidas de segurança.

"Vim aqui para mostrar a minha solidariedade para com a comunidade cristã. É um dever", sublinhou Hassan Houays, um professor de matemática muçulmano residente em Saint-Etienne-du-Rouvray.

Também estiveram presentes no funeral o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, e várias figuras da hierarquia da igreja católica francesa.

Após as cerimónias religiosas fúnebres, o enterro do sacerdote foi realizado numa cerimónia privada, num local que não foi divulgado.

O assassínio do padre Jacques Hamel chocou a sociedade francesa, não só entre os católicos, mas também no seio da comunidade muçulmana, que rejeitou este ato bárbaro. O sacerdote era especialmente conhecido pelo seu envolvimento pessoal no diálogo inter-religioso com os muçulmanos de Saint-Etienne-du-Rouvray.

Este violento incidente, o último de um conjunto de ataques que têm afetado a França no último ano e meio, foi perpetrado alguns dias depois do ataque em Nice, onde um extremista muçulmano conduziu um camião contra a multidão, que festejava o dia de França, matando 84 pessoas e ferindo 435, incluindo muitos muçulmanos.

Há mais de um ano que a ameaça de um ataque contra um local de culto cristão pairava sobre o país, depois do fracasso de uma tentativa de atentado, em abril de 2015, contra uma igreja católica de Villejuif, nos subúrbios de Paris.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e, a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.