sicnot

Perfil

Mundo

Vinte e dois soldados líbios morreram na explosão de um carro bomba

Pelo menos 22 soldados leais ao parlamento de Tobruk morreram esta terça-feira quando um carro bomba explodiu, à passagem de viaturas militares na zona de Al Qawarisha, em Bengasi (este da Líbia), informou uma fonte militar.

Segundo a mesma fonte, o atentado causou também mais de 30 feridos entre os soldados das forças Al Karama, dirigidas por Jalifa Hafter.

Entre os mortos figuram dois líderes das milícias de Al Saiga (Relâmpago) e 146 apoiantes da Al Karama, sob o comando do atual chefe do Exército líbio, Jalifa Hafter.

A Líbia está imersa em guerra-civil, um facto explorado pelos grupos 'jihadistas', desde a queda do regime de Muammar Kadhafi, em 2011.

Atualmente existem três autoridades na Líbia: uma em Tripoli, que a ONU considera rebelde, outra em Tobruk, que é reconhecida internacionalmente e uma terceira reconhecida e apoiada pela ONU e pela União Europeia, o Governo de Unidade Nacional.

Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.