sicnot

Perfil

Mundo

Ciudadanos confirmam abstenção para se formar Governo em Espanha

Francisco Seco - AP

​O líder do partido espanhol Ciudadanos, Albert Rivera, manifestou hoje ao presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, a sua "preocupação" pelo impasse político no país, mas confirmou que irá abster-se para permitir a formação de um novo executivo.

"Não é bom que os dois partidos que governaram Espanha nos últimos 40 anos estejam de costas voltadas", disse Albert Rivera depois de uma reunião com o líder do Partido Popular (PP) e presidente em funções do Governo, Mariano Rajoy.

Albert Rivera voltou a afirmar que o Ciudadanos irá abster-se se isso for necessário para deixar passar um novo Governo liderado por Mariano Rajoy, mas os deputados que tem no Congresso de Deputados não são suficientes se todos os outros partidos votarem contra esse executivo.

Na terça-feira, o secretário-geral do Partido Socialista espanhol, Pedro Sánchez, recusou a proposta de criação de uma "grande coligação" feita pelo líder do PP e que incluiria também o Ciudadanos.

Por seu lado, Mariano Rajoy avisou Pedro Sánchez que se este continuar a recusar deixar passar a sua investidura haverá eleições pela terceira vez em Espanha.

O PP foi o partido mais votado nas eleições de 26 de junho, elegendo 137 deputados num total de 350, mas precisa que o PSOE e o Ciudadanos se abstenham na votação de investidura para poder formar um governo minoritário.

O PSOE ficou em segundo lugar, conquistando 85 lugares, enquanto a aliança de esquerda Unidos-Podemos ficou em terceiro, com 71 deputados. A quarta formação mais votada foi o Ciudadanos, que alcançou 32 assentos parlamentares.

Lusa

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.