sicnot

Perfil

Mundo

Japão diz que novo lançamento de míssil pela Coreia do Norte é "grave ameaça"

© Toru Hanai / Reuters

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, considerou hoje uma "grave ameaça" o lançamento de um míssil pela Coreia do Norte para o Mar do Japão, o qual terá caído a 250 quilómetros da costa japonesa.

"É uma grave ameaça contra a segurança do nosso país", disse Abe aos jornalistas.

"Este é um ato ultrajante que não pode ser tolerado", acrescentou.

Segundo os cálculos do Governo japonês, o míssil foi lançado hoje a partir da costa oeste da Coreia do Norte e percorreu cerca de mil quilómetros antes de cair a cerca de 250 quilómetros da costa de Akita, no norte do arquipélago nipónico.

Esta é a primeira vez desde 1988 que um míssil norte-coreano cai numa zona económica exclusiva do Japão, com o Governo nipónico a temer pela segurança das suas atividades marítimas e aeronáuticas.

Trata-se do primeiro lançamento de mísseis feito por Pyongyang desde 19 de julho, quando lançou dois mísseis de curto alcance e um de médio alcance.

O novo lançamento é uma aparente nova demonstração contra o sistema antimíssil THAAD, dos Estados Unidos da América, que deverá ser instalado na Coreia do Sul, segundo fontes militares sul-coreanas.

Os Estados Unidos também já condenaram o novo ensaio por parte de Pyongyang, através do respetivo Departamento de Estado, que declarou que o país está preparado para se defender e aos seus aliados de quaisquer provocações da Coreia do Norte.

Lusa

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44