sicnot

Perfil

Mundo

Japão diz que novo lançamento de míssil pela Coreia do Norte é "grave ameaça"

© Toru Hanai / Reuters

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, considerou hoje uma "grave ameaça" o lançamento de um míssil pela Coreia do Norte para o Mar do Japão, o qual terá caído a 250 quilómetros da costa japonesa.

"É uma grave ameaça contra a segurança do nosso país", disse Abe aos jornalistas.

"Este é um ato ultrajante que não pode ser tolerado", acrescentou.

Segundo os cálculos do Governo japonês, o míssil foi lançado hoje a partir da costa oeste da Coreia do Norte e percorreu cerca de mil quilómetros antes de cair a cerca de 250 quilómetros da costa de Akita, no norte do arquipélago nipónico.

Esta é a primeira vez desde 1988 que um míssil norte-coreano cai numa zona económica exclusiva do Japão, com o Governo nipónico a temer pela segurança das suas atividades marítimas e aeronáuticas.

Trata-se do primeiro lançamento de mísseis feito por Pyongyang desde 19 de julho, quando lançou dois mísseis de curto alcance e um de médio alcance.

O novo lançamento é uma aparente nova demonstração contra o sistema antimíssil THAAD, dos Estados Unidos da América, que deverá ser instalado na Coreia do Sul, segundo fontes militares sul-coreanas.

Os Estados Unidos também já condenaram o novo ensaio por parte de Pyongyang, através do respetivo Departamento de Estado, que declarou que o país está preparado para se defender e aos seus aliados de quaisquer provocações da Coreia do Norte.

Lusa

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • Abate de animais nos canis proibido a partir de setembro
    1:35

    País

    O abate de animais nos canis passa a ser proibido a partir de setembro. Só em 2017, foram mortos cerca de 12 mil cães e gatos, uma média de um abate por hora. O Governo lançou um programa de incentivos financeiros de um milhão de euros, que ainda está a decorrer.

  • Cabazes solidários oferecidos pelo Governo encontrados no lixo
    0:57
  • Colheita da cereja já arrancou no Fundão
    1:54

    País

    A colheita das primeiras cerejas da época já começou no Fundão. A campanha atrasou um mês em relação a anos anteriores, por causa do inverno que se prolongou, mas os produtores garantem que o fruto é de qualidade.