sicnot

Perfil

Mundo

Tufão Nida provocou perdas de 40 milhões de euros no sul da China

© Tyrone Siu / Reuters

O Nida, o mais intenso tufão a atingir o Sul da China nos últimos 30 anos, causou perdas económicas no valor de quase 40 milhões de euros na província de Guangdong, mas não deixou mortos.

Segundo a agência oficial Xinhua, a chuva torrencial e o vento destruíram 4.860 hectares de campos agrícolas e danificaram 485 casas, obrigando à retirada de 22 mil pessoas.

Os serviços de transporte foram também afetados, com quase 300 comboios e 150 voos suspensos.

O Nida, que entretanto perdeu intensidade, desloca-se agora a 20 quilómetros por hora e atravessa hoje a região autónoma chinesa de Guangxi, a oeste de Guangdong.

Trata-se do mais forte tufão a atingir o sul da China desde 1983, segundo os serviços meteorológicos chineses, e obrigou a medidas extraordinárias de precaução.

Na terça-feira, as escolas e empresas estiveram encerradas em Cantão, Shenzhen e Hong Kong devido ao tufão.

Todos os anos, por altura do verão, a China é atingida por numerosos tufões, sendo que este ano o mais destrutivo foi o Nepartak, que causou mais de 80 mortos na costa sudeste do país.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.