sicnot

Perfil

Mundo

Cuba reportou dois novos casos de Zika

reuters

Dois novos casos de infeção pelo vírus Zika foram diagnosticados em Cuba em pessoas que não viajaram para outro país, informou hoje o Ministério de Saúde Pública.

Os dois casos não importados foram confirmados esta segunda-feira na cidade oriental de Holguín e somam-se ao de uma jovem de 21 anos de Havana, diagnosticado em março.

Os dois pacientes diagnosticados com o vírus Zika em Holguín, a cerca de 750 quilómetros a leste de Havana, foram internados após apresentarem sintomas da doença, segundo o comunicado do Ministério, divulgado pela televisão estatal.

Os doentes apresentam uma "evolução favorável".

O primeiro caso de vírus Zika em Cuba foi importado por uma médica venezuelana de 28 anos em fevereiro.

As autoridades de saúde confirmaram 33 casos de infeção com o vírus Zika na ilha, 30 deles importados, incluindo duas mulheres grávidas, e três autóctones.

O Zika não é geralmente uma doença mortal, mas a incidência em mulheres grávidas tem sido relacionada com casos de microcefalia e outras malformações nos bebés.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.