sicnot

Perfil

Mundo

Emitido mandado de captura contra Fethullah Gülen

Um tribunal de Istambul emitiu esta quinta-feira um mandado de captura dirigido a Fethullah Gülen, o clérigo turco exilado nos Estados Unidos, acusado por Ancara de ser o mentor do fracassado golpe de Estado, anunciou a agência noticiosa Anadolu.

O mandado de captura acusa o ex-imã, exilado no Estado da Pensilvânia desde 1999, de "ter ordenado a tentativa de golpe de Estado de 15 de julho", que fez vacilar o poder durante algumas horas e provocou 272 mortos.

Esta decisão abre caminho a um pedido formal de extradição do "principal inimigo" do Presidente turco Recep Tayyip Erdogan e que deverá ser dirigido a Washington.

Os mais altos responsáveis turcos já exigiram por numerosas vezes aos Estados Unidos a extradição de Gülen.

As autoridades norte-americanas solicitaram por sua vez o envio de provas sobre o envolvimento de Gülen na tentativa de derrube do poder em Ancara.

A Turquia afirma ter já enviado por duas vezes dossiês sobre o papel de Gülen no golpe de Estado, mas o antigo aliado do Presidente Erdogan tem desmentido todas as acusações.

O dossiê sobre a extradição arrisca-se a originar uma crise duradoura nas relações turco-americanas.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.